SEMINÁRIO N. S. APARECIDA

segunda-feira, 18 de março de 2013

ATÉ QUANDO?


O Pastor Marco Feliciano é “um achado”. Quem diz isso é o próprio. E ele conta: “Já perguntei para Deus porque ele me levantou. Fui pego pelo laço. (Folha de S.Paulo, A14, poder, domingo, 17 de março de 2013).
Assim, começa o artigo sobre o homem apontado a presidir a Comissão dos Direitos Humanos da Câmara, pois bem, ainda por cima, o dito cujo se diz ser, “doutor em divindade”, e, pelo visto, conseguiu o que queria, ser rico e famoso, porque a maioria das pessoas tendem a dar credibilidade a quem tem a ousadia de se julgar um ser especial de Deus, ninguém questiona isso, agora, se uma pessoa honesta, franca e séria diz que Deus não existe, esta maioria cai de pau encima, totalmente indignada, a impressão que eu tenho é que a ignorância é maior do que a gente pensa.
Pois bem, quanto ao Sr. Feliciano, o mais grave ainda é que segundo a imprensa, ele é acusado de racista e homofóbico, parece-me que a crença num homem que se diz ter intimidade com Deus vale mais do que o seu lado ético. Até quando essas pessoas vão continuar dentro da Caverna de Platão, enxergando apenas o mundo irreal, até quando?

Anibal Werneck de Freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- A FILOSOFIA É A MINHA RELIGIÃO. - NENHUMA RELIGIÃO É MELHOR QUE A OUTRA, PORQUE A VERDADE É UMA SÓ. - A VERDADE ESTÁ ENTRE O CRENTE E O ...