SEMINÁRIO N. S. APARECIDA

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

A NATUREZA É ÚNICA




Seja lá o que for, devo agradecer por estar vivo, se de repente, me vi neste mundo, faz sentido que exista algo maior por trás, à primeira vista, digo que é a Natureza, aliás, a única certeza que eu tenho diante de mim, ela é extramoral, concordo neste ponto com Spinoza, ela é uma substância única, nada além dela, ela está em nós e nós, nela, é regida por uma mente infinita, ela se manifesta através da matéria que parece ser finita, mas não é porque não pode haver finito dentro do infinito, é um absurdo, completamente contraditório, todavia, se alguém perguntar, E se o mundo acabar?, Eu respondo que outro surgirá do caos tal qual como Fênix, o que chamamos de morte não passa apenas de uma passagem de um estado para o outro, porque a matéria está sempre se renovando e isso não significa que ela seja finita, por exemplo, somos eternos, nossa mente só troca de corpos e não deixa rastros existenciais, a coisa é bem feita, seria um inferno se lembrássemos de nossas vidas passadas, por isso é que na mente só fica a inteligência, todo conhecimento adquirido é apagado, porque ele fica no cérebro armazenado e deste modo, tudo se perde com a sua morte.

Aníbal Werneck de Freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

NÃO DÁ PRA FICAR CALADO

Confesso que não estou aguentando mais este silêncio de Deus frente aos horrores que vêm acontecendo no planeta. Será que as religiões estão...