sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

O IMPORTANTE É VIVER

Sei que muita gente fica incomodada com o que escrevo, mas é preciso porque os tabus continuam atrapalhando a evolução do homem. Estamos em pleno século XXI e não parece, ainda continuamos presos às coisas que os antigos acreditavam, principalmente no campo religioso. Não quero com isso acabar com a religião, muito pelo contrário, quero que ela se evolua também, eliminando as crendices, e, se relacionando com a ciência, porque é o único saber confiável. A ciência nos mostra claramente o seu resultado. Portanto, está na hora de largar coisas como Inferno, Céu, Purgatório e Limbo, tinha me esquecido, o Limbo foi caçado, ou seja, não existe mais. Veja bem, está aí um fato que nos mostra que essas coisas não passam de bobagens, enquanto isso o 'amar o próximo' fica jogado às traças.
Sendo assim, estarei sempre dando a minha humilde opinião neste lamaçal provindo da ignorância. Não quero agradar ninguém, minha função é mostrar o lado verdadeiro da vida, ou seja, nascer, viver e morrer. Nada mais do que isso, é o que podemos provar. Agora, se existe algo além, como nos prega a religião, não se preocupe, com a morte saberemos ou não.

anibal werneck de freitas.

sábado, 10 de dezembro de 2016

O CRISTIANISMO NÃO TEM NADA A VER COM JESUS CRISTO

'Em sua carta aos Romanos, Paulo, o apóstolo diz, Não ambicioneis coisas altas, mas acomodai-vos com as humildes'. 
E o que a gente vê neste mundo ocidental cristão?, atitudes
completamente contrárias, pessoas querendo cada vez mais, numa ganância desenfreada, procurando ter e não ser, completamente cegas pelo vil metal, prisioneiras duma volúpia exagerada, ambicionando coisas que trazem prestígio social, etc... etc... etc...
Não sou mais religioso, foi o próprio Cristianismo que me fez assim, cansei de ver pessoas na igreja batendo no peito e depois fazendo o mal ao próximo. Os africanos têm uma ideia muito interessante sobre esta religião monoteísta, dizendo, O Cristianismo parece que não tem nada a ver com Jesus Cristo. Eles estão cobertos de razão, nações cristãs colonizaram a África, sugaram suas riqueza e depois deixaram-na entregue às traças. Onde está o amor ao próximo que tanto o Homem da Montanha pregou?, onde está? 
Por outro lado, as igrejas cristãs não se secularizaram, continuam batendo na mesma tecla, um dia ela vai se gastar e aí será tarde demais. 
O Papa Francisco I, de quem eu esperava alguma coisa, tem me decepcionado muito, ele é tão conservador quanto o Bento XVI, ou seja, ele é a favor do celibato e contrário à ordenação de mulheres ao sacerdócio. 
Pelo visto, a Igreja está cavando a própria sepultura. Infelizmente, não se fazem mais papas como João XXIII.

anibal werneck de freitas.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

o suicídio não é consequência do ateísmo, como afirma allan kardec em seu livro, ' o evangelho segundo o espiritismo'


allan kardec coloca o suicídio como consequência do homem materialista, dizendo melhor, do ateísmo.
ora, perdoe-me, mas aqui o mestre do espiritismo está redondamente equivocado.
a medicina hoje sabe que o suicídio é praticamente patológico, o irmão do getúlio vargas se suicidou num dia em que ele parecia estar de bem com a vida.
por isso, acusar o ateísmo de levar o homem ao suicídio é uma balela, não é o que as pesquisas nos mostram, muito pelo contrário, o índice é mil vezes maior entre os religiosos.
não faz muito tempo, aqui em juiz de fora, devido às dificuldades financeiras, um homem matou a mulher e a filha, deixando uma carta onde ele dizia que ia se ajuntar a elas no céu.
além deste triste fato, temos casos terríveis que viraram notícias nos grandes jornais do mundo:
. o pastor tim jones, em 1978, da igreja 'templo dos povos', na guiana, levou 918 fieis a um suicídio coletivo, depois foi morto com um tiro na cabeça;
. o líder maluco, marshall applewhite, da seita 'heaven's gate' [portão do céu], em 1997, levou 29 adeptos ao suicídio, também coletivo, para poderem abordar uma nave espiritual que iria passar pela terra;
. o pastor david koresn, da seita, 'ramo davidiano', em 1993, colocou fogo no templo, carbonizando os seus fieis, para alcançar o céu;
. atualmente temos os grupos suicidas islâmicos, conhecidos por homens-bomba e por aí vai.
Embora o número de ateus seja bem menor em relação ao dos religiosos, dentro desta proporção, podemos dizer que é zero, em se tratando de suicídio.
na holanda, país 87% ateu, o índice de suicídios é inexpressivo.
minha irmã esteve lá, durante seis meses, trabalhando como diarista e viu que as casas holandesas são abarrotadas de livros dos mais variados assuntos e nas ruas o que mais se via eram pessoas lendo, se informando, é um país, onde enormes catedrais se transformaram em bibliotecas.
ora, um povo assim, desapegado da religião, não é à-toa ser um dos mais desenvolvidos do planeta.
perdoe-me, mais uma vez, quanto mais religioso é um país, mais atrasado ele é.
esta é uma verdade pura e cristalina.

*admiro os internautas que têm a coragem de se identificar com este assunto, que, infelizmente, é discriminado pela maioria, o que é uma pena.

anibal werneck de freitas.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

vivemos como nossos tataravós

infelizmente muita gente não aprecia o que escrevo, todavia, eu sinto que é meu dever tentar fazer com que as pessoas procurem utilizar mais o cérebro para discernir melhor a vida.
aliás, a própria vida nos mostra o tempo todo que estamos equivocados quando pensamos que um deus ou deuses estão sempre velando por nós, porque nada disso condiz com a realidade dura, nua e crua em que vivemos.
não me importo se um ou dois vão curtir este texto, o que me importa é que me sinto bem em buscar a verdade e tentar passá-la para o meu próximo.
todo ano, principalmente no natal, os jornais citam textos invocando a proteção divina para um mundo melhor no ano seguinte, mas o que acontece?, o mundo continua cada vez mais desumano.
temos que evoluir, porque se continuarmos a pensar como os nossos ancestrais, estaremos caminhando para o abismo, portanto, está na hora de abrirmos os olhos e fazer alguma coisa para melhorar o mundo, do contrário jamais teremos uma evolução em todos os sentidos.
quando acontece uma tragédia, como a da equipe de chapecó, ouvimos pessoas dizerem que o que aconteceu faz parte dos designos de deus, ou seja, a tragédia foi segundo a vontade de deus, um absurdo pensar assim, continuamos no mesmo atraso dos nossos antepassados, não  iremos evoluir de forma alguma e assim o mundo só vai piorando.
no dia em que colocarmos em nós a culpa de tudo que está acontecendo, aí sim, estaremos a caminho de um mundo melhor.
outra coisa, porque preocuparmos com a vida além-túmulo, um dia vamos morrer e saber ou não se existe alguma coisa depois desta.
certa vez um papa da família bórgia comentou com um dos seus cardeais, - o que me deixa intrigado é este silêncio de deus.
portanto, caros amigos e amigas, vamos usar o nosso cérebro para pensar questionar o mundo em que vivemos e não ficar rezando como os antigos faziam, até agora, nada disso teve resultado positivo, pelo contrário, o mundo continua corrupto, violento, desumano, injusto, enfim cheio de coisas ruins.
já esta passando da hora de mudarmos a toada.

anibal werneck de freitas.

sábado, 3 de dezembro de 2016

o monge e o samurai


a sabedoria oriental é fantástica, geralmente é evidenciada através de histórias como esta:
certa vez, um guerreiro samurai descansava sob uma árvore, quando de súbito, viu um monge budista passando por ele.
com a intenção de perturbar o velho monge, o samurai gritou, - o que são o céu e o inferno de que tanto vocês falam?
o monge parou e olhando nos olhos do temido guerreiro, disse, - como você é ignorante!
o samurai ofendido e enraivecido, se levantou, já empunhando sua espada mortífera, mas foi contido pelas palavras do monge - isto que você vai fazer é o inferno.
sem graça, o samurai colocou a espada de volta na bainha e o monge continuou - isto é o céu.


quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

ser

existe apenas uma natureza fundida de matéria e espírito, a primeira é inerte, a segunda é móvel, ambas não existem separadas, todas as coisas têm espírito, por isso nada é permanente, está sempre em movimento, os peles vermelhas diziam coisas como, espírito da floresta, das montanhas, dos animais, inclusive o do homem.
um corpo sem espírito entra em estado de putrefação, no entanto, o espírito deste corpo podre já estará em outro que está iniciando a vida.
ninguém morre, seu espírito está sempre migrando para outra morada para começar do zero, nada restará das informações do cérebro anterior, salvo a hereditariedade que é uma maneira a parte da natureza preservar os instintos na coluna espinal que penetra o cérebro ativando a glândula pineal a entrar em contato com o mundo astral, o mesmo acontecendo com os animais, com os vegetais e com os minerais.
não existem mundos paralelos, não tem como um corpo ocupar o mesmo espaço do outro.
as dimensões serão sempre três, especulam que o tempo seria a quarta, mas qual o quê, se ele não existe, sei que estou contrariando muitas teorias célebres, mas é o meu ponto de vista.
o universo é único e infinito, cheio de mundos maravilhosos e não-maravilhosos, jesus mesmo foi bem claro, - existem muitas moradas na casa do meu pai.
portanto, estamos sempre existindo, o nosso eu é ilusório, é uma criação do nosso próprio cérebro e ele está contido nas nossas sinapses que trocam informações através dos neurônios, com a morte tudo volta ao nada, assim como aconteceu com as nossas inúmeras vidas regressas, seria uma loucura lembrar de como elas foram.
o importante é existir, to be or not to be?, to be.

anibal werneck de freitas.