SEMINÁRIO N. S. APARECIDA

terça-feira, 9 de abril de 2013

OS ANJOS BONS DA NOSSA NATUREZA, DE STEVEN PINKER



O livro, Os Anjos Bons da Nossa Natureza, de Steven Pinker, traz a notícia de que o mundo de hoje está melhor que o de antigamente. No manual, o autor distingue 6 tendências históricas que contribuíram para reduzir a violência, são elas, 1) Processo Pacificador [quando o homem passou a viver em cidades], 2) Processo Civilizador [com o surgimento dos primeiros estados absolutos europeus], 3) Revolução Humanitária [através do movimento iluminista que era contrário à escravidão, à tortura judicial, à intolerância religiosa e aos governos despóticos], 4) Longa Paz [devido às virtudes pacificadoras da democracia, do comércio e de mecanismos multilaterais (Kant)], 5) Nova Paz [que foi instalada após a queda do vergonhoso Muro de Berlim] e, finalmente, 6) Revoluções de Direitos [proporcionadas pela Declaração Universal dos Direitos do Homem, em 1948].
Além da 6 tendências que transformaram o mundo, Steven fala dos 5 demônios e dos 4 anjos que se digladiam na eterna luta do bem contra mal, mostrando que paulatinamente o mundo caminha cada vez mais para dias melhores. Segundo ele [o autor], os 5 demônios são, 1) Predação [violência com o objetivo de atingir um fim], 2) Dominância [desejo de obter prestígio], 3) Vingança [propensão de reparar injustiças], 4) Sadismo [o mal pelo mal, embora seja raro] e, por último, 5) Ideologia [criar sociedade perfeita (Teocracia, como um dos exemplos)].
Contrapondo os 5 demônios, Steven descreve os 4 anjos, Empatia, Autocontrole, Senso Moral e Razão. Estes anjos são mecanismos que nos permitem resistir à violência e, deste modo, nos colocam na rota da COOPERAÇÃO.
Confesso que Steven Pinker diz a verdade, se olharmos o mundo de vinte anos atrás, apesar de muita coisa ruim acontecendo, veremos que houve uma melhora considerável no relacionamento humano, hoje dificilmente um pai põe uma filha no olho da rua porque teve um filho ainda solteira, e, coisas boas assim, são cada vez mais corriqueiras no nosso dia a dia.

*Os dados do livro de Steven mencionados neste texto foram tirados do artigo, Século 21, Um Paraíso da Paz, de Reinaldo José Lopes, editado na página 7 do caderno Ilustríssima, da Folha de S.Paulo, de domingo do 7 de abril de 2013. 

Anibal Werneck de Freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- A FILOSOFIA É A MINHA RELIGIÃO. - NENHUMA RELIGIÃO É MELHOR QUE A OUTRA, PORQUE A VERDADE É UMA SÓ. - A VERDADE ESTÁ ENTRE O CRENTE E O ...