SEMINÁRIO N. S. APARECIDA

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

SAMSARA E NIRVANA


o budismo é a única religião que se encaixa com o meu conceito existencial. o samsara é o ser e o nirvana, o não-ser. sartre é muito claro em dizer que o não-ser existe enquanto tem sua representação no ser.  com a morte do ser, ele se transforma no nada. o nirvana do budismo é o nada também. para seus seguidores, deixar de existir é a  grande recompensa. o mundo metafísico só existe no ser, a distância entre os dois é o nada. para sartre o ser-em-si é o fenômeno e o ser-para-si, a consciência.
voltando ao budismo, podemos perguntar, o que é realmente o samsara. a resposta está no fato de que ele é o mundo visível pelos nossos 6 sentidos, já o nirvana é o mundo invisível, porque não, o da vacuidade, ele está lá, a morte é a saída do tudo, samsara, para o nada, nirvana.
deus é um conceito metafísico, porque nunca existiu, nunca foi fenômeno. assim também a alma, os anjos e por aí vai.

anibal werneck de freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A MÍDIA ANUNCIA UMA GREVE, O GREVISTA É O PRIMEIRO AFETADO.