segunda-feira, 6 de junho de 2016

EU NÃO VOU VER, MAS O MUNDO VAI SER MELHOR



Acredito estar caminhando contra o vento, pareço viver fora do meu tempo, mas eu não ligo não, eu poderia ficar até constrangido, todavia, eu não me importo com isso não, o importante é que eu falo o que sinto, não me escondo de ninguém, às vezes me exponho até demais, contudo não me preocupo com isso, alguma coisa sempre fica, sei que não sou do agrado de muitos, parece que as pessoas gostam de viver iludidas, talvez assim seja uma maneira mais inteligente de enfrentar a vida, eu compreendo este procedimento de precaução, não culpo ninguém de tomar este cuidado, ou seja, o que eles vão pensar de mim se me manifestar, agora, uma coisa é certa, vou continuar questionando, porque não, perturbando mesmo, claro que no bom sentido, sou obrigado a ser assim, porque o mundo não está bem do jeito que vem caminhando, a maioria ainda vive sob os grilhões da religião que não deixa o homem sair do século XIX, Nietzsche chegou até matar Deus, de nada adiantou, depois de sua morte, em 1900, duas guerras mundiais aconteceram, no entanto, devo confessar que ainda tenho a esperança de que as coisas vão melhorar, vai demorar um pouco, sair da caverna de Platão para ver a realidade fora dela, não é fácil, mas quatorze por cento da humanidade já saiu, isto é um bom sinal.

anibal werneck de freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A VIDA NÃO É O QUE PENSAMOS  OU DEIXAMOS DE PENSAR.