terça-feira, 14 de outubro de 2014

CONHECIMENTO, O SENTIDO DA VIDA




Segundo o filósofo Bakunin, a História da Humanidade se divide em três partes, a  da Animalidade, baseada na economia privada, onde já se iniciam os primeiros conflitos entre os que têm e os que não têm, em seguida, a fase do Pensamento, marcada pela presença forte da ciência, a partir do  Renascimento, com a Igreja sempre incomodando, assim como a incomoda até hoje e, finalmente, a Era das Revoltas Sociais que por enquanto estão nas ruas, embora o Comunismo tenha acontecido, mas, infelizmente foi mal conduzido, sendo obrigado a se entregar, todavia, em compensação, temos o Socialismo adotado por muitos países, fazendo frente a este maldito neo-liberalismo que só protege os mais fortes, no entanto, as lutas pelo social continuam pululando pelo planeta afora à medida em que o homem e a mulher vão se conscientizando de que a vida é aqui, a preciosidade deste nosso instante não pode ser desperdiçada, o Sol nasceu para todos e todas, deste modo, só a revolta social pode nos devolver a liberdade que tínhamos nos primórdios dos tempos, quando tudo era dividido por igual, nas primeiras aldeias , numa época em que ainda não existiam religiões, apenas um temor pelo desconhecido, ou seja, o lado invisível da vida que de certa forma assustava por não termos meio de como controlá-lo, afinal somos seres que vivemos num mundo visível e ao mesmo tempo invisível, o que, infelizmente, este lado invisível contribuiu muito para com os espertalhões que passaram a controlar a maioria através de ameaças vindas dos deuses para aqueles que desobedecessem as ordem de uma minoria, é claro que não quero dizer categoricamente que não exista nada além desta vida, quem sou eu, mas uma coisa eu afirmo, o que existe não tem nada a ver com que os homens escreveram nos livros sagrados, é um mistério e só cabe à ciência caminhar em sua direção, porque ela é séria, não se baseia em fé e nem em dogmas, a ciência se baseia na experiência feita várias vezes para se obter o mesmo resultado, porque a verdade é uma só, se alguém vier pra mim dizendo que estuda empiricamente o mundo invisível, eu a considero, em parte, correta, porque ela tem que estudar, também, o assunto, cientificamente, digo isso porque o invisível é perceptível, nós temos um sentido a mais que capta muito bem esta situação, até os animais o têm, portanto, estamos aqui para estudar o nosso lado físico juntamente com o anímico [espiritual], porque tem muita coisa aí para ser descoberta, agora, uma coisa devo deixar bem clara, se o espiritismo deixasse de lado as coisas da Igreja Católica e ficasse apenas com um livro de Allan Kardec, o Livro dos Espíritos e, dele, partisse para um estudo científico, os resultados seriam outros, aliás, esta sempre foi a vontade do autor, que, com medo de perder sua obra numa França católica do século XIX, fechou tudo em Jesus Cristo [segundo Waldo Vieira, criador da Conscienciologia], é, também, uma pena, os ateus que acreditam ser o mundo apenas matéria, digo isso porque não podemos afirmar nada num campo em que não fazemos a menor ideia, prefiro Marcello Gleiser que diz ser o conhecimento a única razão de estarmos aqui, à medida em que vamos aprendendo, nosso horizonte vai se alargando cada vez mais, a ilha em que estamos vai se tornando cada vez maior e, a isso, chamamos de evolução.

anibal werneck de freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANGELS AND DEMONS

The angels are flesh and blood, they are always helping and protecting us, are our parents, siblings, friends, even strangers. Thanks to th...