segunda-feira, 19 de maio de 2014

O EU


Devemos nos apartar de tudo aquilo que nos faz mal, isto não significa medo, pelo contrário, significa coragem de enfrentar a vida com a cara limpa, o medo é a pior coisa que nos possa acontecer, dele se origina tudo de ruim que você possa imaginar, o que certamente vai lhe fazer mal tanto na parte somática, quanto na psíquica. Digo isso porque somos corpo e mente, ambos são matérias, portanto, vulneráveis. A única coisa que acredito existir em cada um de nós e que não é vulnerável, é o nosso, Eu. Este, nos dá a consciência de estar existindo, até os animais o têm, também, só que o Eu deles está apenas no instinto, eles sentem o mundo, mas não tem consciência dele, como indivíduos.
É bom lembrar que o Eu não tem nada a ver com a alma ou espírito, ele é inexplicável, sabemos que ele existe, com a morte o corpo e a mente perecem, mas ele fica. Não confundi-lo com o perispírito, também, o Eu não tem forma, ele é.

anibal werneck de freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A VIDA NÃO É O QUE PENSAMOS  OU DEIXAMOS DE PENSAR.