terça-feira, 26 de novembro de 2013

A MALDITA FABRICAÇÃO DE ARMAS




Quem está vivo sempre aparece, sendo assim, cá estou eu de novo enchendo-lhe a paciência, sei que a liberdade de pensar é tudo, o homem nasceu para pensar, quem não pensa, vegeta, portanto, o melhor conselho é este, não deixe ninguém lhe colocar goela abaixo coisas que você não aceita, temos o direito de compreender tudo aquilo que nos apresentam, se vier com aquele papo de que você tem que ter fé para crer, pule fora, coisa boa não é, poxa, somos seres racionais e devemos ser respeitados, é por isso que eu gosto da ciência, antes de ditar sua verdade, primeiro, ela testa várias vezes para obter o mesmo resultado, isto é o que chamo de honestidade, de amor ao próximo, sou mais o cientista do que qualquer outra coisa que possa existir, agora, tem uma coisa, quando falo da ciência, estou me referindo à do bem, porque a ciência da mal não deveria nem existir, é por demais perigosíssima, capaz de fabricar armas terríveis e, infelizmente, nem as  igrejas e nem os governos se levantam contra a maldita fabricação de armas.

Anibal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O CRENTE E O DESCRENTE ESTÃO NO MESMO PATAMAR. anibal werneck de freitas.