sábado, 11 de fevereiro de 2017

MESMO QUE TARDIA

Tece minh'alma nos umbrais do mundo
A teia ínfima da sã e bendita sabedoria
Frágil como a seda que se rasga no mar
Uma tênue esperança mesmo que tardia.

Tal como o carro fulgurante de Apolo
Ilumino o cotidiano que bate nas rochas
Suas ondas incertas, mas sempre fortes
Me fazem perder nas trilhas danosas

Que se perdem nos meandros da vida
Na qual busco encontrar meu caminho
A força que me põe rumo à felicidade
Que ardilosa se esconde no meu ninho.

anibal werneck de freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANGELS AND DEMONS

The angels are flesh and blood, they are always helping and protecting us, are our parents, siblings, friends, even strangers. Thanks to th...