SEMINÁRIO N. S. APARECIDA

terça-feira, 25 de outubro de 2016

O LIVRO TIBETANO DO VIVER E DO MORRER


Estava escolhendo a obra, O Livro Tibetano Do Viver E Do Morrer, de Sogyal Rinpoche, na estante da livraria Saraiva, quando uma senhora aproximou-se de mim e disse, Olha, não compre este livro porque ele só traz coisas ruins para as pessoas. Surpreso, dei-lhe a devida atenção e ela continuou, Eu sou metodista e estou lhe convidando para uma visita à minha igreja.
Confesso que não gostei de sua atitude.
Resultado, esperei a mulher se afastar de mim, comprei o manual, mas fiquei aborrecido em saber que existem religiosos assim, na hora de colocar o Evangelho em prática, simplesmente, fazem tudo ao contrário.

anibal werneck de freitas.

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

DEIXE ESTAR

Existem bilhões de galáxias e dentro delas, trilhões de sistemas solares, totalizando uns quatrilhões de planetas. Não é possível que no meio de tudo isso não existam milhões de planetas com vida inteligente. Sem falar numa escala estupenda de níveis de inteligências, das mais atrasadas até as mais adiantadas.
Sendo assim, chegamos à conclusão que não existe só um salvador no universo. aliás nem na Terra. 
Apolônio de Tiana, nascido na Capadócia, no ano 15, teve uma vida idêntica à de Jesus, chegou até ressuscitar uma menina, que já estava a caminho do cemitério. 
Podemos também fazer um outro questionamento, Será que só o nosso planeta estava precisando de salvação?, creio que não. Posso ir mais além, Será que existe um Cristo Cósmico?. Haja sacrifício. Não faz nenhum sentido. E as suas vindas?
Com  todo o respeito, Cristo foi um ser muito especial para os judeus e depois para os romanos que deram um impulso na divulgação de sua imagem, fazendo-o chegar até os dias de hoje. Veja bem, o que ele pregou, muitos sábios da antiguidade pregaram, também.
Como diz na letra de, Let it be, there is a answer, [Deixe estar, existe uma resposta] e ponto final. 

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

SAINDO DAS TREVAS


O Espiritismo é realmente algo que vale a pena ser estudado, é mais filosofia que religião, melhor dizendo, é mais ciência que filosofia.
Segundo Waldo Vieira, o criador da Conscienciologia, já falecido, o maior problema desta nova forma de abordar o invisível, ou seja, o Espiritismo, é ter abraçado o Cristianismo como se ele fosse uma tábua de salvação, para divulgar o conhecimento kardecista, uma vez que a maioria professa a religião de J. Cristo que foi amplamente divulgada pelo Império Romano.
Do mundo espiritual temos a sua revelação, através do momento em que estamos na segunda via, ou seja, sonhando. Quando dormimos, nossa glândula pineal se abre para um mundo onírico, onde podemos entrar em contato com os habitantes do espaço, ou seja, os espíritos.
Voltando à questão da interferência do Cristianismo no Espiritismo, devo dizer que ele bloqueou em muito este fantástico conhecimento, o qual chamamos de Espiritismo. Fundindo com o Cristianismo, o Espiritismo não se universalizou, o que foi uma pena, talvez, por isso, o seu crescimento continua tacanho. O Livro dos Espíritos, de Alan Kardec, explica de forma racional, coisas que as religiões tentam explicar de maneira fantasiosa.
Eis aí a razão pela qual nós vivemos ainda na Idade das Trevas. O homem precisa se libertar dessas crenças sem pé e sem cabeça, que não fazem nenhum sentido, elas não deixam a gente sair da Caverna de Platão para podermos conhecer o mundo verdadeiro, elas estão aí para manter o homem bitolado, atrasado, submisso, enfim, ignorante.
Devo dizer que religiões, como o Budismo, o Hinduísmo ou o Candomblé, estão mais próximas do Espiritismo, porque elas, também, estão direcionadas ao mundo invisível, porém um pouco aquém do Espiritismo que, à luz da sabedoria, consegue explicar satisfatoriamente o mundo em que vivemos. É bom deixar bem claro que estou falando de um Espiritismo puro, aquele que já era do conhecimento de muitos sábios da antiguidade e que Kardec codificou magistralmente.

anibal werneck de freitas

terça-feira, 18 de outubro de 2016

RESPEITANDO O LIMITE



Os ateus citam o livro de Michael Sherner, Cérebro e Crença, porque o autor afirma que todas as religiões do mundo foram criadas pelo homem. No entanto, eles se esquecem de que a não-crença é também fruto da nossa imaginação. Portanto, acreditar em deus ou deuses, dá no mesmo que não acreditar em ambos. O interessante da vida é esta incerteza nas coisas que fogem dos nossos sentidos. Por exemplo, já pensou se soubéssemos com toda a certeza da existência de um céu, muitos doentes terminais ou pessoas infelizes dariam cabo de suas vidas. Sendo assim, eu acho que do jeito em que as coisas estão é o certo. E depois, o mais importante é se preocupar com a nossa vida, a qual nós temos toda a certeza de sua existência. Respeitando os seus limites e fazendo alguma coisa para melhorá-la cada vez mais. Não podemos perder o tempo com coisas que estão fora do nosso alcance. Mas alguém pode questionar, As religiões foram reveladas por Deus. Aí, eu faço a seguinte pergunta, por que as religiões são diferentes umas das outras?, neste caso não existe um único deus e sim, muitos deuses.
Na verdade, a nossa única certeza está na ciência, que faz experiências para obter o mesmo resultado. Deste modo, o mais importante é colocar o chapéu no lugar que está ao nosso alcance.

*O vídeo é para uma reflexão.

anibal werneck de freitas.

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

O MUNDO É AQUI




O mundo é aqui. Portanto, saiba aproveitar o máximo dele. não teremos outra chance. Depois da morte física, viramos pó, está na própria Bíblia. Pensando bem, é melhor assim. Vejo muita gente fazendo o nome do pai e isto me passa a ideia de um individualismo doentio. Ó que eu observo é que muita gente aproveita da religião para se autopromover. Confesso que sinto nojo deste tipo de gente. Outra coisa que eu não suporto é o ato da pessoa fazer jejum, porque a sua religião pede este sacrifício para se purificar. Ora, convivi com muitos padre e não vi nenhum fazer jejum. E depois, pra que tanto sacrifício, se a vida está cheia deles. As pessoas precisam ler de tudo para não ficarem bitoladas. Se existe algo além desta vida, saberei depois da minha morte, ou não, como diz o Caetano, todavia, confesso que não espero nada. E, para terminar, segue um vídeo para a sua apreciação, caso você queira curti-lo. Olhando para as músicas que fiz até os anos 90, parece que eu era muito carola. Mas não era nada disso. Na verdade eu vejo a religião mais pelo ângulo do folclore. Porque não consigo acreditar nas religiões, cada uma diz uma coisa diferente da outra, mas mesmo assim eu curto este meu trabalho, vendo-o, também, sob o ângulo da arte.

anibal werneck de freitas.

domingo, 9 de outubro de 2016

LEMBRANÇAS 2 (Aníbal - Armando - Lenira) 2012



Esta canção que fiz de parceria com a Lenira e o Armando relembra a nossa infância em Recreio-Minas. Quando a gente fica velho, começa a fazer História. Mas a vida foi sempre assim. Estamos sempre lembrando instantes, principalmente aqueles mais alegres. Afinal, o que importa é ter vivido momentos que valeram à pena. Voltar atrás não tem como, todavia, pensando bem é melhor assim. Pois é, o vídeo está aí, se você quiser é só acioná-lo. tenha uma boa viagem.

Aníbal.

QUANDO A MÍDIA ANUNCIA UMA GREVE, O GREVISTA É O PRIMEIRO AFETADO.