SEMINÁRIO N. S. APARECIDA

sábado, 7 de novembro de 2015

THE WALKING DEAD


Não sou Paulo de Tarso e nem tenho a pretensão de sê-lo, quando prego o ateísmo. Acho que apenas me encontro na mesma situação dele quando começou a pregar o Cristianismo. Pouquíssimo davam-lhe ouvidos, mas ele não parava de pregar a Boa Nova, ou seja, a crença num único e verdadeiro Deus. Pois bem, graças a ele, seus ensinamentos hoje são do conhecimento de muitos.
Sua missão não foi fácil. Sofreu perseguições. Em algumas cidades foi apedrejado e ameaçado de morte. Tudo isso porque ele queria acabar com os deuses e colocar apenas um no lugar deles. Apesar de tudo, Paulo percebeu que as pessoas já não davam mais muito crédito aos deuses e isso favoreceu totalmente o seu trabalho.
Pois é, hoje vivemos um tempo bem parecido. As pessoas falam em Deus, mas muitos vivem mais no mundo material que espiritual. Padres e pastores são cantores de sucesso na Som Livre. Viraram artistas usando o nome de Deus e usufruindo dum público que eles não fizeram, ou seja, os fieis de suas igrejas.
No Vaticano a toda hora aparece um escândalo. É notória a ganância de muita gente. Os jornais falam de corrupção o tempo todo e muito desses corruptos vão ao culto ou à missa todos os domingos.
Olha, não sou contra a pessoa ter uma vida boa. Sou contra a máscara de crente que ela usa para se dar bem na sociedade. Portanto, acho que essas pessoas deveriam tirar a máscara e levar uma vida com mais autenticidade.
Não quero com isso dizer que uma vez ateu, você pode fazer o que quer. Não. Existem regras naturais em nossa consciência que nos dizem o que é certo e o que é errado.
Concluindo. Assim como Paulo anunciou a existência de um único Deus. Eu, humildemente, afirmo que a humanidade sempre esteve sozinha. Deuses, Deus, tudo foi criado pelo homem. Nós não podemos contar com o que não passa de uma ideia. Somos os únicos capazes de resolver os nossos problemas.
Quem conhece o seriado, The Walking Dead, sente no filme que a humanidade está sozinha, diante de um problemão sem precedente e Deus parece ignorar o terrível fato de seres humanos se transformando em zumbis. Na verdade, uma mensagem clara do autor, referente à inexistência do todo poderoso. E, não se iluda, se numa hipótese, a série virar realidade, a situação será idêntica, acredite!.

anibal werneck de freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUANDO A MÍDIA ANUNCIA UMA GREVE, O GREVISTA É O PRIMEIRO AFETADO.