quarta-feira, 7 de outubro de 2015

ANDINHO (PARA SEMPRE)



23 anos sem o Ânderson Panza (para sempre), o amigo e parceiro de viola e festivais de música em Pirapetinga(MG). 
Jovem ainda, partiu de maneira trágica num domingo de 2 de agosto de 1992, num acidente de moto, entre Ribeiro Junqueira e Leopoldina(MG). 
Quando o Celso Lourenço e o Sinval chegaram à minha casa, dando a notícia do seu passamento, infelizmente, eu já sabia do ocorrido, através do meu sobrinho, Eric. 
Foi realmente muito triste. O Andinho, como gostava de ser chamado, cantava e compunha com muito sentimento, era a sua vida, e, por isso mesmo, era muito cortejado pelas garotas, praticamente um galã, todavia, o que fazer, o destino quis assim, e, deste modo, aqui está a minha simples e saudosista homenagem. 
Andinho, onde quer que esteja, valeu!

*Segue a gravação que fiz da música, Primavera Curió, de sua autoria e que fez muito sucesso num dos festivais de Pirapetinga, chamando até a atenção do pároco local, Pe. Waltency.

anibal werneck de freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O CRENTE E O DESCRENTE ESTÃO NO MESMO PATAMAR. anibal werneck de freitas.