terça-feira, 27 de outubro de 2015

FUTEBOL 10X0 EDUCAÇÃO


Você já parou pra pensar num país onde as notícias sobre a Educação tivessem o mesmo peso das referentes ao futebol. Devo confessar que sempre gostei de futebol, todavia, a quantidade de informações sobre o referido esporte e por demais preocupante. Os donos de Pindorama não querem um povo letrado.
Temos um canal TV Escola, mas tem gente que nem sabe que ele existe. Em todas as repartições públicas só dá a TV Globo. Ela tem a TV Cultura que é mencionada esporadicamente nas suas propagandas.
Enquanto o Brasil continuar imerso no mar da ignorância, ou seja, bombardado pelos comentaristas de futebol, não chegaremos nunca ao primeiro mundo.
Respeito o trabalho deles, porém, como professor aposentado, eu me sinto melhor do que eles. Eu colaborei para a formação de pessoas íntegras e úteis à sociedade, e eles [os comentaristas de futebol], o que vão deixar de importante para os seus ouvintes? E tem mais, eles, [os comentaristas de futebol] estão fazendo uma lavagem cerebral no povo para a elite governar com absoluta tranquilidade.
Se o futebol fosse algo importante para o desenvolvimento de uma nação, nós, brasileiros, seríamos o povo mais importante do planeta.
Sinto dizer isso em relação a todos aqueles que divulgam o futebol de maneira exagerada: Vocês estão perdendo tempo com algo insignificante que não merece estar nas páginas dos livros de História.
Concluindo, reconheço que o futebol traz muita alegria para o povo e deve continuar a existir. A minha briga está na maneira como ele é veiculado. O futebol tem o seu valor, mas não pode ser prioridade.
Um país sério tem a Educação como prioridade. Mirem-se no Japão.

anibal werneck de freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OS CALHAMAÇOS NÃO SÃO LIVROS, SÃO CASTIGOS.