terça-feira, 6 de janeiro de 2015

CURTE A VIDA


Coisas de religião, associar o prazer ao pecado. No Budismo, por exemplo, devemos ver nos alimentos apenas a função deles garantirem o nosso sustento, ou seja, não é certo usufruirmos do sabor que eles têm. Deste modo, pergunto, por que existem inúmeros tipos de sabor na natureza? Se não podemos apreciá-los, por que existem, então?
Para a Igreja Católica, o sexo só tem a função de procriação, aí vem a pergunta, e o prazer que ele nos proporciona, como fica? Não dá para entender. Eu acho que as religiões deveriam respeitar a vida como ela é. Não sou contra nenhuma religião, todavia, sou contra, quando ela se intromete onde não deve. A vida é a coisa mais importante e não sabemos se teremos outra depois desta. 
Outra coisa que eu não consigo aceitar é a promessa de uma vida além-túmulo, pior ainda é a ideia de sacrificarmos nossa vida real por uma que não temos a menor garantia de sua existência.
Sendo assim, concluo este pequeno texto dizendo que o maior pecado é não curtir as coisas boas da vida, tudo aquilo que a natureza nos proporciona para uma vida saudável e feliz.

anibal werneck de freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANGELS AND DEMONS

The angels are flesh and blood, they are always helping and protecting us, are our parents, siblings, friends, even strangers. Thanks to th...