quarta-feira, 26 de novembro de 2014

ESTAMOS SOZINHOS


Venho tentando encaixar Deus em nossa existência, mas não consigo. Sua indiferença é a que mais me assusta. Esta inquietação, de que ele existe ou não, nos atormenta, tudo isso porque desde o uso da nossa razão ele nos é imposto goela abaixo pela religião. O batismo de recém-nascidos deveria ser proibido, bem como o catecismo. Não sou contra nenhuma religião, mas acho que deveria esperar a pessoa, no uso da razão, escolher a sua. Por outro lado, acredito que sem religião o mundo seria bem melhor. Haveria menos preconceito, menos intolerância, enfim, menos tudo de ruim.
Se pegarmos os livros de História, veremos que as religiões fizeram mais o mal do que o bem. E digo mais, pelo menos na Igreja, as alas mais voltadas para o pobre foram sempre perseguidas pela própria. O conluio da Igreja com as nações poderosas é um absurdo. A fabricação de armas é um grande exemplo.Quando falamos que Deus não se manifesta perante as atrocidades, eles [eclesiásticos] dizem que é o silêncio de Deus. Pra mim, o considero três coisas, ou ele está surdo, ou indiferente, ou não existe. Prefiro ficar com a última hipótese.

anibal werneck de freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANGELS AND DEMONS

The angels are flesh and blood, they are always helping and protecting us, are our parents, siblings, friends, even strangers. Thanks to th...