SEMINÁRIO N. S. APARECIDA

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

O SOBRENATURAL NÃO EXISTE


Pode parecer estranho. As religiões banalizam a vida. Onde a religião impera, a vida perde totalmente o seu valor. Muitos dão sua própria vida até por coisas insignificantes. Outros matam sem dó porque acreditam que suas vítimas terão uma existência depois desta ou então se reencarnarão. Isto tira até a responsabilidade do algoz o que eu acho um absurdo. Tirar uma vida é algo abominável. A vida é uma só. Por isso os ateus prezam por demais a vida. sabem que ela é única. É um privilégio saber que você está vivendo. É a maior dádiva da natureza. Quantos não chegaram nem sequer a nascer. Por pior que seja este mundo, viver é tudo. O que não admito são as religiões que vêm sempre com um papo de outra vida além-túmulo. No entanto, muitos representantes religiosos vivem no maior luxo. Olha a contradição. Se existe uma vida melhor depois desta por que eles não se matam? Aí, eles vêm com o papo de que o suicídio fecha as portas do céu. Gente, é muito grave o que estou falando. A vida é coisa muito séria. Não existe nada além. depois que o seu cérebro morre, nada mais acontece. Você pode me questionar, Tem gente que teve uma experiência quase-morte e voltou falando de um túnel, onde haviam pessoas esperando por ela do outro lado. É muito fácil responder a esta questão, no momento em que a pessoa estava tendo esta experiência, seu cérebro estava funcionando ainda, caso contrário, não teria visto nada. Você pode ir mais adiante no seu questionamento, E as pessoas que afirmam ter saído do corpo e viram os médicos tentando reanimar o seu corpo?. A minha resposta continua a mesma, nosso cérebro cria imagens que nos parecem reais, a pessoa neste momento está num patamar muito forte de estresse e aí, tudo é possível acontecer. Eu por exemplo já sonhei com pessoas queridas que já morreram e eu, me vendo abraçado com elas, parece ate real, assustador, mas não passa de um sonho, e, somente os vivos sonham, porque o seu cérebro está em plena atividade. Portanto, a morte é realmente um descanso eterno. 
O homem medieval não tinha esta consciência de que eram seres especiais em relação aos outros animais até a chegada do Cristianismo com a revelação de que temos uma alma eterna. Não existe nada sobrenatural. Não tem como. Tudo o que existe é natural.  O pensamento, a consciência, enfim tudo que é abstrato é matéria, portanto, natural, ou seja, têm átomos. Nossa mente é oriunda do nosso cérebro povoado de sinapses que são verdadeiros armazéns de conhecimentos adquiridos ao longo da nossa existência. Aquilo que nunca vimos ou ouvimos falar jamais será registrado numa sinapse. E, quando experimentamos algo totalmente estranho, a princípio ficamos completamente desnorteados, sem saber do que se trata ou até mesmo, cegos, como aconteceu com os nossos índios que se assustaram ao ver o mar se movimentar em estranhas ondas bipartidas que vinham em direção à praia durante a chegada dos europeus com as suas caravelas. Totalmente desconhecidas pelos silvícolas, as caravelas ficaram totalmente invisíveis porque não havia nenhum registro delas na sinapse do aborígene. O mesmo vai acontecer com qualquer um de nós se um dia depararmos com algo que nunca vimos.

Anibal Werneck de Freitas.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

NÃO DÁ PRA FICAR CALADO

Confesso que não estou aguentando mais este silêncio de Deus frente aos horrores que vêm acontecendo no planeta. Será que as religiões estão...