quinta-feira, 7 de março de 2013

GRANDES CONQUISTAS MAERIAIS




A Igreja Católica é a única religião que tem um Estado, um Governo próprio, um país dentro da cidade Roma com mais ou menos 61 quilômetros quadrados de extensão, tanto assim que, em conluio com Hitler na Segunda Guerra Mundial, o Vaticano foi poupado dos ataques nazistas ocorridos na Itália, não que eu seja contra a religião católica, no entanto, pelo que eu entendo de religião, o reino que todas pregam não é o da Terra.
Saramago sempre foi claro nesta questão quando dizia que a Igreja não se preocupa com as almas e sim, com os corpos, porque estes são os seus súditos e precisam ser controlados como bois num curral, o cristão é tratado como ovelha e os padres, seus pastores, por aí, dá para perceber que o cristão tem que ser manso, não pode se levantar contra o seu pastor, ou seja, as ordens devem ser obedecidas no sentido de cima para baixo.
Mais uma vez eu repito, não sou contra nenhuma religião, sou contra as atitudes que muitas tomam no decorrer dos séculos, onde já se viu uma religião ser um Estado?, acredito que Pedro não concordaria jamais com isso, muito menos, os primeiros cristãos. Enquanto se escondiam das perseguições nas catacumbas romanas, eram verdadeiros irmãos unidos na fé em Cristo e praticavam a caridade o tempo todo. Enquanto oprimidos, se mostravam resignados perante sua sorte, ou seja, ser crucificado ou trucidados pelas feras no círculo de Roma.
Acontece que o tempo foi passando e o número deles [os cristãos] foi crescendo ao ponto de ameaçar o destino da política romana, fazendo com que as famílias ricas começassem a aderir a boa nova e, atrás delas, os próprios governantes, tornando-a, a religião oficial do Estado.
Não foi uma boa, cristãos arrogantes começaram a surgir, corrompidos pelo poder, obrigando todo mundo a segui-los, nem que fosse sob o fio da espada. De oprimidos, muitos cristãos passaram a opressores, a destruição da Biblioteca de Alexandria é um nobre exemplo, e assim, deu no que deu, com o fim do Império Romano, a Igreja se transformou na Grande Senhora Feudal da Idade Média, apesar de uma ala pequena opositora formada pelas ordens como, a de São Francisco de Assis, voltada mais para a Igreja Primitiva, a Igreja do Evangelho, todavia, de nada adiantou, porque a lei é sempre a do mais forte e, deste modo, com as conquistas materiais, através dos séculos, a Igreja católica se transformou na potência que é hoje, basta ver pela televisão a suntuosidade estampada nos prédios, na ornamentação, na guarda suíça e nas vestes dos governantes, no Vaticano.
Anibal Werneck de Freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANGELS AND DEMONS

The angels are flesh and blood, they are always helping and protecting us, are our parents, siblings, friends, even strangers. Thanks to th...