terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

A ARROGÂNCIA CRISTÃ



O
que
sobrou
da 
fantástica
Biblioteca
de 
Alexandria,
destruida
pelos
cristãos.




Já fui religioso e cheguei estudar até pra padre, eu era muito jovem e ficava fulo da vida quando alguém me dizia que os livros da Bíblia não significavam nenhuma revelação de Deus, eu me lembro que ficava indignado, a ponto de partir para a violência física, esquecendo das palavras do mestre de perdoar até os nossos inimigos, nas é isso o que acontece com o religioso e as razões são muitas e vou enumerar algumas:
a)     Toda religião faz uma lavagem cerebral no seu fiel,
b)    Por se achar dono da verdade, o dito cujo torna-se intolerante quando refutado,
c)     É uma pessoa que só lê um livro, ou seja, a Bíblia, acredita piamente que a História do Mundo está toda nele,
d)    Como o conhecimento humano é vasto e complexo, o que ele [o fiel] sabe, não passa de um pingo d’água no oceano,
e)     Ele se julga um ser privilegiado de Deus que vai ser salvo, ou seja, ganhar o céu,
f)      Na sua cabeça, os que não acreditam em Deus, irão todos para o inferno, portanto, são seres desprezíveis,
g)     Por serem desprezíveis [os irreligiosos], ele [o crente] acha o cúmulo do absurdo a contestação por parte deles face à sua religião,
h)    Por fim, ele [o fiel] se julga acima de tudo e de todos e ai, de quem se atrever enfrentá-lo,
i)       E, por aí vai cada vez mais arrogante e se mostrando como um ser especial aos olhos do Deus que acredita, de modo que, o resto, pra ele, não passa de condenado a sofrer eternamente depois da morte terrena.
Enquanto existir religião, o mundo continuará em constantes conflitos religiosos, o mandamento principal que toda religião que prega, AMAR O PRÓXIMO, é o primeiro a ser violado por eles quando contrariados, onde eu pergunto, para o quê serve a religião, pelo visto, para destruir a famosa Biblioteca de Alexandria.

Anibal Werneck de Freitas.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

BATE -ESTACA & CAFEZINHO



Moro no centro da minha cidade numa rua comercial, como você pode notar, não se trata de uma rua silenciosa, acontece que não me importo com o barulho peculiar do local, pois bem, o que torra a minha paciência é a mania nossa de valorizar o que é de fora em detrimento do que é nosso de bom, estou me referindo à truculenta música bate-estaca vinda das casas comerciais que vara o dia perturbando os nervos de quem mora próximo, não sou contra colocar música, todavia, ficar neste tum-tum-tum, direto e reto, ninguém aguenta, porque não colocam a nossa música popular, sou obrigado a dizer que nós brasileiros não temos cultura, ainda somos colonos, pra que servem as nossas escolas, pelo visto, pra nada.
Em tempo, este país é realmente uma vergonha, na Folha de S.Paulo, de domingo, 24/02/2013, segunda página, no artigo, Vai aí um cafezinho?, da Eliane Cantanhêde, ela, nos deixou bem claro que o Tribunal de Contas do Distrito Federal paga um salário que varia de R$ 12.820,51 a R$ 19.115,36 aos seus funcionários, que têm apenas o quarto ano do ensino fundamental, para servirem cafezinho, limpar as salas e os banheiros, enquanto que professores, médicos, engenheiros, pessoas que têm o curso superior não ganham nem a metade da metade da metade. Não que eu esteja menosprezando o trabalho desta gente, o problema é que eles não estudaram, é realmente lamentável este país, é aí que pergunto, Pra que serve o Tribunal de Contas.

Anibal Werneck de Freitas.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

A VIDA É UMA FACA DE DOIS GUMES



Cada um de nós tem o seu lago da vida e o nosso dever é mantê-lo sempre calmo e tranquilo, fazendo de tudo para não deixar ninguém jogar uma pedra sequer nele, porque uma pedrinha já é o bastante para criar ondas tirando assim o seu sossego, sei que é difícil, todavia, não custa nada tentar, quando falo nas pedras, quero dizer, aquelas coisas ruins que nos acontecem e que a gente  se deixa levar por elas, afinal, todo mundo é humano e erra, portanto, levando por este ângulo fica mais fácil estar sempre perdoando, até porque estaremos fazendo bem ao nosso lago, interceptando assim as pedras que, certamente, vão desestabilizá-lo, deste modo, devemos ignorar as mazelas do dia a dia, procurando sempre relevar, melhor dizendo, esquecê-las por completo e, como já mencionei acima, sempre preservando o nosso lago destas intempéries, porque o resultado só nos será benéfico, se conseguirmos tal comportamento, estaremos perto do super-homem  de Nietzsche, onde ele diz que vivemos numa corda bamba atada ao animal até ao super-homem, sendo assim, se mantermos a tranquilidade do nosso lago, nosso equilíbrio nesta corda será mais fácil, sei que não é fácil, tem muita coisa que atrapalha a quietude do nosso lago que só através da contemplação conseguiremos tal intento, para isso temos que nos retirar do mundo, nos enclausurar, assim como o ex papa  Bento está fazendo, agora, se você me perguntar se este processo está correto, devo lhe dizer que não, mas é uma forma de manter calmo o nosso lago de maneira mais fácil, embora nos atrapalhe chegar ao homem de Nietzsche, pois bem, confesso-lhe que para mim fica muito difícil, tem uma frase que diz, Se queres ser feliz, não analise, É aí que entra a questão, quando estamos analisando qualquer coisa, a água do nosso lago começa a se mover, donde concluo que a vida é uma faca de dois gumes.  


Anibal Werneck de Freitas. 

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

CUBA, UM EXEMPLO RETUMBANTE

O mundo ocidental, principalmente, ficou estarrecido com a renúncia de um papa que como ser humano deixa muito a desejar, o Leonardo Boff que o diga, quando sofreu nas mãos deste inquisidor, na gestão do João Paulo II, pois é, enquanto isso, este mesmo mundo ocidental, ignora o famigerado embargo econômico imposto aos cubanos pelos estadunidenses devido ao fato deste corajoso povo ter escolhido o regime socialista mais condizente ao convívio democrático e depois, cada povo escolhe o que melhor lhe aprouver, por que temos que ficar rezando a cartilha do Tio Sam?
É igual à questão da bomba atômica, a França quanto os Estados Unidos, vivem fazendo testes com a dita cuja e ninguém fala nada, mas se um país, como a Coreia do Norte, faz o mesmo, este mesmo mundo ocidental parece vir abaixo, um absurdo, grita para todos os lados a nossa imprensa capitalista medíocre e hipócrita.
Voltando aos cubanos, deveríamos ter orgulho desta gente que continua firme e forte nos seus ideais, uma gente que a necessidade cotidiana a levou ser criativa, sempre reinventando, superando assim as consequências provocadas pelo colapso do Bloco Socialista ocorrido em 1991, quando a ex URSS deixou de enviar ajuda para a ilha, ou seja, gêneros alimentícios, máquinas, petróleo e cerca de 4 bilhões de dólares anualmente, foi realmente um choque na economia de Cuba, deste modo, grandes dificuldades surgiram, todavia, elas vêm sendo combatidas palmo a palmo por uma gente simples e bastante inteligente, ao invés de, desesperados, arrancarem os cabelos, se portam serenos, cada vez mais orgulhosos do seu grande chefe Fidel Castro e do seu país que no quintal do gigante Golias continuam de cabeça erguida, encarando este momento terrível como um “Período para Tempo de Paz”.
Pelas fotos, Havana parece cair aos pedaços, tanto os prédios quanto os automóveis nas ruas, mas isso aí pra eles [os cubanos] é apenas a casca, porque, o que lhes interessa é ter comida, educação, saúde, arte e cultura, o importante para eles são os seus valores, ou seja, um olhando nos olhos do outro, vivendo numa sociedade íntegra.
Por isso eu digo que esta gente merece toda a nossa consideração.
Mil perdões, mas se você não leva esta gente em consideração, precisa, urgentemente, fazer uma reciclagem nos seus conceitos.

Anibal Werneck de Freitas.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

BUTA BE BARIU!


 
A minha opinião sobre o BBB é a pior que você possa imaginar, quando a Globo anuncia o famigerado BBB, sinto o ano começar péssimo, mas a culpa maior não é a da TV e sim a do nosso povo, infelizmente, a maioria é o retrato do analfabeto político de Bertold Brecht, a maioria do nosso povo merece este maldito BBB, porque é ela mesmo que telefona pro programa, enchendo a emissora de dinheiro, portanto, eu considero o BBB uma aberração total, uma coisa importada que não tem nada a ver com a nossa cultura, é, realmente, um programa que me faz muito mal, até quando vamos ter que tolerar este desqualificado BBB, dá vontade de xingar para extravasar o que sinto de ruim, se me permite, aí vai, BUTA BE BARIU!
O nosso Governo deveria tomar uma atitude mais severa para com os meios de comunicação, eles fazem o que bem entendem e ainda por cima, aproveitam da triste situação da maioria do  nosso povo que além de uma parte grande analfabeta, a que sabe ler não tem o costume da leitura, de se inteirar no que está acontecendo no Brasil e no mundo.
O mundo é muito complexo e nenhuma religião tem o conhecimento exato de como ele é, é tudo especulação, não existem livros revelados por Deus, se existem, Deus não é um só, porque cada religião fala uma coisa, está na cara de que tudo foi escrito pelo homem, sendo assim, está na hora do Governo incentivar o hábito da leitura, fazer as pessoas lerem todos os tipos de literatura, não basta ler apenas os de cunho religioso.
O mundo é um mistério, é mais complexo do que a gente possa imaginar, é só ler os filósofos para sentir o que estou dizendo, o Universo não é simples, existem coisas que parecem estar acima do nosso entendimento, eu não acredito e pronto, ora, não é bem assim, estamos aqui para vasculhar o mundo que nos rodeia e quanto mais a gente o estuda, mais difícil fica de entendê-lo, todavia, esta é a nossa missão, estar sempre à procura da verdade, do contrário vamos ficar curtindo coisas ruins como este degenerado BBB, que me faz xingar para extravasar a raiva que eu sinto, sendo assim, aí vai de novo, com todo o respeito, BUTA BE BARIU!

Anibal Werneck de Freitas.

O CRENTE E O DESCRENTE ESTÃO NO MESMO PATAMAR. anibal werneck de freitas.