SEMINÁRIO N. S. APARECIDA

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

O MUNDO SEMPRE EXISTIU



O mundo sempre existiu e pelo visto não foi criado por nenhuma entidade divina, pelo que eu aprendi sobre Deus através da religião é o fato de que ele é um ser perfeito, bondoso e todo poderoso, pois bem, se é perfeito, por que criou um Universo que apresenta imperfeições, se é bondoso, por que permite a existências de seres portadores de deficiências físicas berrantes e se é todo poderoso, por que não acaba de vez com os males que só trazem tristeza?
Agora, se ele existe e é indiferente a tudo isso, por que devo me preocupar com ele, de nada me adiantará, daí a razão de que os argumentam que apontam a sua nãoexistência serem maiores dos que a provam.
Não faz nenhum sentido um ser perfeito criar algo sujeito à imperfeição, é simplesmente contraditório, assim como não faz também nenhum sentido um ser bondoso deixar tanta coisa ruim acontecer, o mesmo digo ao seu grande poder que é incapaz de acabar com o sofrimento. Você pode me questionar dizendo que a voz da nossa consciência é a voz de Deus dentro de cada um de nós, mas o que você me diz então da consciência de um assassino capaz de matar o seu próximo com requintes de crueldade?
Portanto, segundo a concepção religiosa de Deus que eu aprendi, não dá para acreditar na sua existência.

Aníbal Werneck de Freitas.

9 comentários:

  1. Meu caro Anibal, outra hora entro aqui e escrevo sobre seus textos, mas agora entrei para dar uma bronca no amigo, voce criou o vagabudandoestarei, ai entro la e recebo a informaçao de que o blog foi removido, ora meu prezado como podemos acompanhar seu trabalho se do nada vc tira o espaço do ar, hahahahahahahahaha, ve se nao some com esse,

    Abraços

    Mundy

    ResponderExcluir
  2. Meu Caro Fê Mundi,
    peço-lhe desculpas, o problema é que começo a ficar atarefado com tantos blogs e acabo assim voltando sempre para o nosso velho, A teu instante, este, pode ficar tranquilo que sempre estará firme, como sempre esteve, você me perdoe, mas olha, vou passar tudo do vagaBUDAndo para este blog, A teu instante, inclusive os comentários que estiverem nele, vou procurar a partir deste momento, não mexer mais nos meus blogs, você tem razão, o que eu quero é dialogar com gente inteligente como você e eu juro pra você que não farei mais isso, vou canalizar tudo para este blog, porque ele nunca foi removido, faço questão dos seus comentários e se você quiser me dá uma bronca eu a aceito de bom grado, tem hora que eu a mereço mesmo. Mundy, você é um cara que gosta do que faço e eu me sinto feliz com isso, sua bronca significa que você me leva a sério e eu gosto disso, amigo. Portanto, daqui pra frente não vai acontecer masi nada, vou ficar neste blog, pode ficar tranquilo, é a minha palavra que está empenhada, de vez em quando a gente tem que levar uma bronca para acordar, abrir os olhos e sentir que a gente tem um compromisso com pessoas como você.
    Um abração, amigo!

    ResponderExcluir
  3. Meu Caro Amigo Mundy,
    em razão da nossa amizade e da pessoa bonita que você é, resolvi restaurar o blog, vagaBUDAndo, é isso aí, vagabudandoestarei.blogspot.com.br, novamente, valeu a bronca, não estou zangado com você, pelo contrário, eu lhe agradeço e fique à vontade no blog, você merece, realmente, você tem razão, deste modo aí está para o seu deleite, a volta do blog, vagaBUDAndo estarei.
    Um abração e aguardo comentários, sugestões e até mesmo puxões de orelha.
    Um abração.

    ResponderExcluir
  4. Caro e o mundo sempre existiu nao sei a que maneira, mas nao sou daqueles que acredita que chegou um DEUS e fez o mundo, hahahahaha, uma das coisas que me fez começar a duvidar da existencia de DEUS é pelo fato de que algumas pessoas tem a vocaçao para sofrer em sua passagem pela Terra, eu mesmo nao tenho tido uma passagem das mais calmas no campo financeiro, mas eu ate entendo minha sofreguidao, pois eu sou meio acomodado a tentar me mexer para mudar minha situaçao, grande erro de minha personalidade, e o pior tenho consciencia disso e nao mudo, mas o que me deixa est upefato sao pessoas que lutam diariamente para sair da situaçao ruim em que se encontram e nao saem, enquanto alguns que nada fazem as coisas boas acontecem aos montes, nao entendo nada disso, eu mesmo sou doido para ir morar nas Gerais , mas tambem nao me esforço para conseguir atingir este objetivo, eu me acho uma pessoa inteligente mas de conduta burra, pois tenho onsciencia do que posso fazer para sair dos problemas mas nao faço, hahahahahahaha, vou parando por aqui, pois nao estou muito inspirado para escrever.

    ResponderExcluir
  5. Meu caro Fê,
    Se você não está inspirado e escreveu tudo isso, imagino se tivesse.
    Bem, se você tem vontade de vir para as Gerais é só criar coragem e meter bronca, Juiz de Fora, onde eu moro, é um bom lugar, aqui dificilmente acontecem as calamidades provocadas pela chuva do quilate das de outras cidades, como por exemplo, Duque de Caxias. Aqui, com chuva ou sem chuva, durante o ano inteiro, a Prefeitura põe as máquinas para ampliar cada vez mais as margens do Rio Paraibuna, aumentando o leito do mesmo, de modo que, pra causar enchentes como aquelas costumeiras de São Paulo, vai ter que cair uma tromba d´água descomunal sobre a cidade, moro aqui há 12 anos e nunca vi uma enchente desta envergadura, as que eu vi foram as sempre repentinas, durante a chuva, devido ao grande volume d’água que cai de uma vez só, mas rapidamente, os bueiros resolvem o problema não deixando a água subir além dos pés.
    Em relação a Deus, estou chegando à conclusão que é melhor cuidar das coisas nossas do dia a dia, não cogitar o seu nome, vamos supor, se ele existe e não interfere em nada, que sentido ele tem pra nossa vida agora, acredito ser nenhum. Certa vez, os alunos de Epicuro fizeram-lhe uma pergunta pra ver se ele acreditava nos deuses, colocaram o homem na parede. Sabe o que ele respondeu, Olha gente, é melhor deixarmos os deuses no canto deles porque eles têm tarefas mais importantes do que ficar se preocupando com a gente e depois, as nossas preocupações não têm nada a ver com eles, portanto, vamos deixar os deuses em paz. Pelo visto, uma resposta inteligente que deixou os alunos atônitos.
    É isso aí, meu caro, enquanto isso, vamos aproveitando desta maravilha que se chama Internet, porque ela nos proporciona um bate papo sadio e prazeroso, como o nosso [riso].
    Em tempo, já fiz uns dois comentários no blog do Ricardo e o homem até agora não me respondeu, ele deve estar muito atarefado.
    Um abração,
    Anibal.

    ResponderExcluir
  6. Caro Anibal, o Ricardo é uma pessoa muito especial, mas ele meio que gosta de jogar nas onze,hahahahahahaha, ele ja tem um Filho grandao e uma filha pequena que ocupa muito tempo dele na educaçao, tem tido uns problemas de saude na familia que tomam seu escasso tempo,alem disso ainda faz faculdade de Filosofia e caso nao esteja enganado ainda faz um Mestrado e um Doutorado, alem de trabalhar , entao ele que quasde nao responde no Blog sem todas as tarefas , imagine com tudo o que relatei, eu mesmo me aborreço com ele vez por outra por deixar o blog tao abandonado, mas agora ele deve estar assosserbado de tarefas.Sobre ir para as Gerais , no meu caso,tem um problema nao consigo trabalho por aí ou em qualquer outro lugar de MInas, caso conseguisse iria com Prazer de mala e cuia para terras mineiras, alias quando digo nao tem trabalho,deve mais um erro de conduta meu, pois as vezes nao tenho procurado com afinco, hahahahahahahahahahaha, outro problema seria convencer a esposa a mudar do Rio, uma soluçao seria conseguir uma Terrinha nas Gerais e frequentar a principio como visitante, quem sabe, se souber de um tereninho a preço de banana por aí me indica.Mas tem que ser r molezinha mesmo, hahahahahahahaha

    ResponderExcluir
  7. Mundy,
    Você tem razão, realmente, emprego é coisa difícil neste país, a concorrência é muito grande, agora, depende muito da gente para conseguir, tem que correr atrás, ter fé que vai conseguir e pronto, eu, por exemplo, gosto de tocar nos bares da vida e até agora só consegui tocar de graça, a concorrência é muito grande e os donos de estabelecimentos noturnos só querem na maciota, eles acham que eu ganhei o meu equipamento que se resume em, caixa acústica amplificada, mesa de som, equalizador de voz, violão, teclado, suportes de carbono, cabos, aparelho de MD, enfim, uma parafernália que daria para comprar um carro, eles não conseguem ver tudo isso como despesa, eu acho o seguinte, pra eles, músico não trabalha, se diverte, um absurdo, este Brasil é muito atrasado, os patrões só querem levar vantagem.
    Quanto ao Ricardo, dá para entender que fica muito difícil pra ele responder com tanta coisa para fazer, portanto, não vou cobrar mais nada dele, é isso aí.
    Um abração.

    ResponderExcluir
  8. Caro Anibal, o que de fato vc relatou sobre tocar de graça nos bares é interessante mas nao pelo lado positivo e sim negativo, para mim nao me importa se vc esta la tocando , alguma coisa tem que receber, pois duvido que o dono do Barf, caso eu sente la para ouvir o amigo e peça uma porçao de petiscos, ele vai me deixar de graça pois eu vou alegar que o custo dele é baixo entao que o me cobre a cerveja, isso nao existe, de graça nem relogio mais trabalha, pois tem que botar pilha, realmente ja pensei em viver alternativamente, mas nao consigo falata me coragem para isso, tenho a maior admiraçao quando leio artistas vivendo da sua arte sem retorno e nem por isso desistem de mostrar seu trabalho, mas sinceramente sou de opiniao que donos de Bares que se aproveitam disso para nao remunerar um artista deviam receber a visita de uma fiscalizaçao rigorosa de orgaos competentes.

    ResponderExcluir
  9. Mundy,
    obrigado pela força, agora a pouco fiz uma visita ao blog do Ricardo e vi lá você chamando a atenção do seu amigo numa boa, ou seja, Cara, você parece que abadonou o blog, Vi que você chamou a atenção dele no sentido de alertá-lo, porque o blog dele é muito visitado e as pessoas gostam de ser correspondidas, isso é simplesmente humano, você já pensou que coisa ruim é escrever para alguém e não obter uma resposta, comigo é uma vez só, se eu escrever e não obter resposta, não sei se estou errado, eu deleto logo, agora se ela arrepender e responder, volto numa boa como se nada tivesse acontecido, nós seres humanos gostamos mais da volta do que da ida, se a gente joga uma bola na parede, o certo é ela voltar pra gente, é isso aí, companheiro, um abraço.

    ResponderExcluir

QUANDO A MÍDIA ANUNCIA UMA GREVE, O GREVISTA É O PRIMEIRO AFETADO.