quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

MUDEI, MAS QUEM NÃO MUDA



Os laços espirituais que criamos neste mundo ficarão para sempre intactos, a morte pode nos parecer o fim deles, mera impressão, ela apenas serve de portal para um outro vínculo, onde os nossos laços espirituais continuarão atados. Até então, eu achava que tudo acabava por aqui, todavia, pensando melhor, vejo mais coerência na continuidade, não faz nenhum sentido viver se os laços desatam aleatoriamente, tanto sacrifício pra quê, e, além do mais, o fato de estarmos aqui significa que poderemos estar de novo em outro lugar, é bastante óbvio o que estou dizendo, não é vergonhoso mudar de opinião, vergonhoso é continuar numa em que não acredito mais, portanto, a vida continua depois da morte em outros mundos deste Universo que não tem fim, a Verdade, que está por trás de tudo isso, sabe o que faz e, pelo visto, não gosta de dar as coisas de mão beijada.

Anibal.

4 comentários:

  1. E cá estou de volta, procurando o amigo que vive mudando os blogs de lugar, e novamente o Vagabudando sumiu, que ser mais mutante é o meu confrade de debates virtuais, mas voltando ao tema do Post, eu sou um ser que vive mudando acerca de varios pensamentos em que percebo que no fim nao mudei nada, hahahahaha, minha vida é um reflexo de várias tentativas de mudar e em realidade nao ter mudado em nada, e nisso acabo envolto em reflexoes de qual sentido estou dando para a minha existencia algum proposito deve haver pelo que passo e na tentativa de mudar o caminho mas que na real nao mudo, cabe aqui uma pequena revelaçao, era um Profissional com um salário razoavelmente bom , nao era um salariao , mas dava para ir tocando a vida , eis que uma mudança brusca em minha vida ceifou me este salário, hoje vivo com cerca de 5% do que ganhava vivo nao, sobrevivo, e por mais que esta situaçao me aporrinhe , nhao sei o que me tomou a mente que nao mudo para sair dessa situaçao, há o amigo o sentido de pensar o que pode ter me ocorrido, o amigo decerto nao terá a resposta , pois eu tampouco sei a responder esta questao, estou quase cinquentao, e minha mente bloqueou o sentido de realmente eu sair dessa, o que acho mais incrível é que percebo que esta inercia nao me leva a nada , mas ao mesmo tempo acomodei me nesta situaçoa tosca, vai entender o que se passa no inconsciente de uma pessoa , eu aqui escrevendo tenho plena convicçao que tenho que mudar mas no fundo meu ser interior me segura e nao me deixa mudar, resultado minha psique vive uma revoluçao que pode me levar a loucura, alias acredito que já esteja louco, só nao me dei conta ainda, hahahahahahahahahahaha, volto depois.

    ResponderExcluir
  2. Amigo Fê,
    segundo o Budismo, a água do rio nunca é a mesma, muda o tempo todo como tudo muda na vida, você pode estranhar minhas mudanças, mas na verdade o essencial permanece, ou seja, as minha ideias, segundo o filósofo Schopenhauer, o arco-íris é também imutável com as suas cores enquanto á água que o provoca em contato com a atmosfera esteja mudando ininterruptamente.
    Por outro lado, ainda sobre a mudança, você mesmo me disse que não precisaria voltar com o blog, vagaBUDAndo, deste modo, segui o seu conselho, e depois, ‘A teu instante’ encerra praticamente todo o meu pensamento.
    Amigo, você está me dizendo que está ficando doido, pois eu digo pra você que já passei da loucura, não acho as pessoas que são certinhas como saudáveis, saudáveis somos nós com a nossa loucura, é isso aí companheiro, você é um ser humano sensível, normal, quem dera se todos fossem assim e quer saber de uma coisa, UM VIVA À LOUCURA, sem ela o homem estaria ainda nas cavernas, sendo assim, pra mim, você é normal, é aquele que saiu da caverna e foi do lado de fora ver a realidade (Alegoria da Caverna de Platão), enquanto que os outros continuaram vendo a sombra da realidade projetada no fundo da mesma.
    Fê, além do mais, você é um filósofo, tem uma maneira de pensar peculiar e isso é muito bom, sei que passa por momentos difíceis, mas vai chegar a sua hora de resolver os seus problemas porque além de merecer isso é, também, muito inteligente.
    Cara, você não sabe como fico feliz com os seus comentários, mesmo me chamando a atenção, é sinal de que você se preocupa comigo, isso é muito bom, é sinal, também, de que ainda existe gente como você, estou orgulhoso de ter um amigo virtual como você, aliás esta palavra virtual não significa nada perante à amizade que você transmite, está muito acima.
    Um abração.

    ResponderExcluir
  3. Caro Anibal, chamar me de FILOSOFO é um elogio que nao mereço, estou longe de ter a categoria de um pensador, escrevo mais por intuiçao do que conhecimento sobre os assuntos, Filosofo sim e de graduaçao é o sumido Ricardo que tem uma vasta Biblioteca sobre assuntos gerais, assim como o meu nobre Compadre que sumiu de vez do Blog, considero o amigo um sujeito culto em demasia e por isso uma alma inquieta e pulsante, eu confesso que leio algo ,mas nem de longe chego perto da carga de conhecimento que o amigo tem, minha capacidade d e escrita é na base do curiosismo do que do Filosofismo,rsssssssssss, decerto nao tem chamada no amigo virtual, apenas um toque, agora quem sabe se com esta alcunha que me brindaste eu passe a me achar um Schoupnauer e sair por aí a discutir as razoes de estarmos neste mundo para algo mais do que passar , eu diria que me sinto muito a vontade para escrever sobre tudo ou nada, minha escrita a vezes possui um sentido lógico , mas geralmente não há lógica no que escrevo, a única coisa que me reconheço é que nasci no lugar errado, nasci num grande Centro e nao aproveitei as condiçoes que me foram dadas para ter uma formaçao mais elaborada, deixei a preguiça em muitos momentos tomar conta de mim , acho que se eu vivesse no interior estaria mais adequado ao ambiente, nao que ache os interioranos preguiçosos, mas sim porque na vida mais calma e sem cobranças que ainda existe no interior, talvez eu explodisse como ser humano mais completo, rsssss, vai entender esta lógica de raciocinio, eu nao entendo, quanto mais os outros, só sei que sinto me perdido onde estou e no faço força para sair disso, por isso escrevi que me acho louco, pois tenho consciencia do que preciso fazer para mudar mas nao me sinto com força para por em pratica as alavancas da mudança, Saudaçoes meu caro.

    ResponderExcluir
  4. Mundy,
    o filósofo de que vos falo não é o graduado mas sim, aquele que tem o livre pensar, é onde você entra, Nietzsche nos deixou bem claro, Não siga as minhas ideias, tenha as suas, partindo daí vejo que podemos e devemos filosofar, também.
    Quanto so seu desejo de morar no interior, não querendo lhe desanimar, pela minha experiência, não é uma boa, nos lugares pequenos existem pessoas que ostam de tomar conta da vida dos outros, isso quando não a atrapalham, movidas pela inveja, eu já passei 'n' vezes por isso, não vale a pena, aqui em Juiz de Fora eu me sinto bem melhor do que quando morava em Recreio/MG.
    Amigo, é pura ilusão, o interior só é bom quando você tem uma casa lá para passar o fim de semana, você chega, curte e não se envolve com ninguém.
    Um abração.

    ResponderExcluir

ANGELS AND DEMONS

The angels are flesh and blood, they are always helping and protecting us, are our parents, siblings, friends, even strangers. Thanks to th...