sábado, 26 de janeiro de 2013

LAVAGEM CEREBRAL



Buscando a verdade, retorno sempre na questão de que a vida foi feita para fazer o homem pensar, no entanto as religiões não o deixam agir desta maneira, tornando-o preguiçoso e ao mesmo tempo bitolado como um trem que só vai aonde os trilhos querem.
É fácil observar esta situação se você estiver do lado de fora, ou seja, alheio ao sistema que controla tudo à sua volta através de veículos como, por exemplo, a televisão.
Infelizmente, o nosso povo brasileiro não percebe esta manipulação de ideias provinda de famílias poderosas que possuem meios de comunicação. Só para você ter uma ideia, a Rede Globo tem uns minutos dedicados às religiões diariamente e, o ateísmo é completamente ignorado, parece até que não existem ateus no Brasil. 
As novelas, como outro exemplo, são formas de lavagem cerebral muito eficientes, tanto assim que, cotidianamente, a Globo chega a passar cinco, minto, seis, porque dentro do programa Vídeo Show tem uma mininovela, um absurdo, isso sem falar nos filmes estadunidenses constantemente repetidos.
Se o governo não tomar uma atitude igual a da presidenta argentina Cristina Kirchner, nosso país vai continuar sendo teleguiado pelas famílias detentoras da imprensa falada e escrita, nosso povo continuará sem voz ativa, não será jamais como o argentino que sabe o que quer, é triste, mas isso vem sempre à tona quando busco a verdade.

Anibal

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

MUDEI, MAS QUEM NÃO MUDA



Os laços espirituais que criamos neste mundo ficarão para sempre intactos, a morte pode nos parecer o fim deles, mera impressão, ela apenas serve de portal para um outro vínculo, onde os nossos laços espirituais continuarão atados. Até então, eu achava que tudo acabava por aqui, todavia, pensando melhor, vejo mais coerência na continuidade, não faz nenhum sentido viver se os laços desatam aleatoriamente, tanto sacrifício pra quê, e, além do mais, o fato de estarmos aqui significa que poderemos estar de novo em outro lugar, é bastante óbvio o que estou dizendo, não é vergonhoso mudar de opinião, vergonhoso é continuar numa em que não acredito mais, portanto, a vida continua depois da morte em outros mundos deste Universo que não tem fim, a Verdade, que está por trás de tudo isso, sabe o que faz e, pelo visto, não gosta de dar as coisas de mão beijada.

Anibal.

sábado, 19 de janeiro de 2013

VAMOS MONITORAR AS ESCOLAS



Sabe o que eu ganhei dando aula de História em toda a minha vida, uma diabetes e uma pressão alta, a maioria dos alunos não querem saber de porra nenhuma, o negócio deles é passar de ano, e os pais só se preocupam quando o filho leva bomba, reclamam e você acaba sendo obrigado a passar o elemento de ano. Certa vez, vi uma professora, chegar pra mim, chorando, porque passou o dia todo preparando uma aula pra ninguém botar defeito e receber como recompensa o desdém de uma aluna dizendo que não estava nem aí para o que ela estava ensinando. Comigo já aconteceu de preparar aulas usando a tecnologia como, gravadores de som e vídeos e ter que ouvir depois dos próprios alunos que tudo foi uma perda de tempo, porque ninguém estava prestando a atenção e o pior, conversando o tempo todo, atrapalhando a minoria que queria ouvir alguma coisa. É, realmente, desanimador e o pior, tem gente que acha que o professor não presta, que é um desqualificado, a nossa sociedade não consegue ver no professor, um profissional de valor. O mesmo não acontece no Japão onde a profissão é valorizada, portanto, eu acho que a nossa sociedade brasileira não valoriza o mestre, porque é uma sociedade atrasada, ignorante, que ainda está na Idade Média. Sei que existem péssimos professores, mas isso acontece em todas as profissões, todavia, quando se trata dos professores, a coisa se generaliza, a própria mídia quando faz propaganda de escolas, coloca os alunos numa sala de aula fazendo bagunça, é o cúmulo do absurdo. Eu acho que quem mete o pau no professor, não sabe o que é uma sala de aula, nunca deu aula realmente. Outra coisa que me deixa indignado é quando o diretor de uma escola pensa em monitorar o recinto educacional com câmeras de vídeo e a sociedade vem de encontro dizendo que é um absurdo, no entanto, esta mesma sociedade, acha justo monitorar as ruas, os condomínios e as casas comerciais, para combater os assaltos. Poxa, será que os alunos que bagunçam as aulas não são, também, infratores?, e, depois, uma escola monitorada vai realmente dar condições ao diretor e aos professores de fazerem um bom trabalho. Através das câmeras, vamos saber quem são os alunos que perturbam a ordem e, deste jeito, vão ser penalizados corretamente e o ensino vai passar a ter uma viabilização tranquila pra chegar ao seu objetivo que é formar pessoas íntegras, se todos os lugares públicos estão sendo vigiados, por que na escola não pode acontecer o mesmo?.
Gente, escola não é brincadeira, precisa ser monitorada o tempo todo, só assim é que atingiremos o seu verdadeiro objetivo, formar gente.

Anibal Werneck de Freitas.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

A EXISTÊNCIA PRECEDE A ESSÊNCIA



Só encontramos o ser através da existência deste, é o óbvio, como podemos encontrar algo que não existe, se não existe é porque não temos provas racionais que nos façam acreditar e tudo que existe precede sua essência, a bem da verdade, a essência só surge depois da existência do ser, segundo Sartre, a realidade humana é para si, a presença do outro é a nossa consciência, que por sinal, esta presença não combina com a consciência, donde fazemos ideias errôneas do próximo, todavia, isso é simplesmente humano, é a prova contundente da não existência de deus, daí a razão das barbaridades que acontecem no mundo porque o homem é totalmente livre para fazer o que quer, dependendo da situação em que se encontra, se deus existisse jamais permitiria uma ação ruim como, por exemplo, torturas que levam à morte ou coisas parecidas.
Pelo fato da existência preceder a essência, chegamos à conclusão de que a natureza humana não existe, melhor explicando, existe apenas depois do ser.
O homem vive, podemos dizer, num mato sem cachorro, porque sua felicidade depende da sua escolha, ainda citando Sartre, o homem está condenado a ser livre, não existe nada traçado pra ele, tudo aquilo que acontece foi por escolha dele. Na obra, O SER E O NADA, Sartre deixa bem claro que em meio a essa situação, existe a má-fé, melhor explicando, a autoilusão, ou seja, o homem age de maneira nãoética, achando que é o correto e assim, se dá mal, isso é simplesmente humano, embora alguns existencialistas se prontificaram contra, como, Kierkegaard, considerado o primeiro existencialista, o qual, se considerava um pensador religioso.
Pois bem, voltando à obra, O SER E O NADA, o autor a traduz com a nãopreocupação de como devemos viver (Ética) e sim, a maneira como se vive.

Aníbal Werneck de Freitas.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

NADA AQUÉM, NADA ALÉM



Quero deixar bem claro que me simpatizo com o Deus imanente de Spinoza, o que não significa que eu acredito nele, porque na verdade sou existencialista, ou seja, acredito no que tenho a certeza de que existe através dos sentidos, se existe algo além deste mundo, não me cabe  tentar desvendar, até, porque, não posso provar nada sem provas, o mundo pra mim é um lugar onde a existência é levada em conta e mais nada, além do fato de que as coisas, também, podem deixar de existir, os corpos são as representações daquilo que existe, nada está por trás deles, nenhuma essência, dada que possa  ficar depois do nãoexistir, uma pedra e um corpo humano são iguais perante o existencialismo, se a pedra for destruida e o corpo, também, ambos deixarão de ser, não temos prova nenhuma de que ficou alguma coisa, a pedra desfacelada ou triturada se transformará em outra coisa, deixando de ser o que era,  já o corpo, entrará em estado de putrefação e daí pra frente se misturará a outros ingredientes da natureza.
Spinoza tem uma maneira muito interessante de ver Deus, é interessante porque, pela matemática ou figuras geométricas, ele consegue surpreender mostrando de forma racional, a existência de Deus, como, por exemplo, a infinidade deste ser dizendo que, não pode existir dois, porque assim eles serão limitados, agora, tem uma coisa, se levarmos em conta que a natureza é este Deus, estaremos entrando no campo da especulação, porque o conceito que temos de Deus está acima da natureza, Deus não é natural, se fosse, seria limitado como nós, é aí que esbarro forte na minha convicção ateísta, não me sinto bem, aceitando esta incoerência no meu modo de pensar.
Sendo assim, sigo o meu caminho dizendo que, aquilo que nos parece ser sobrenatural, hoje em dia, existem remédios capazes de mostrar que o mundo é só aqui, não existe nada aquém e, muito menos, além.

Aníbal Werneck de Freitas.

O CRENTE E O DESCRENTE ESTÃO NO MESMO PATAMAR. anibal werneck de freitas.