segunda-feira, 29 de outubro de 2012

SPINOZA, O EMBRIAGADO DE DEUS - 2



















Spinoza, o homem embriagado de Deus, Segundo Novalis. Em cada canto deste universo está Deus, estamos dentro dele e ele dentro de nós, somos parte dele e ele parte de nós, o mundo é o seu lado palpável, podemos tocar Deus e ele, por sua vez, nos tocar também, quando digo que sou ateu quero deixar bem claro que sou, me referindo ao Deus judaico-cristão, o transcendente, a ideia que tenho de Deus é a de um, imanente. Deus é a alma do universo e o mundo é o seu corpo, Já dizia Spinoza.
O percurso spinozista de comprovação da substância como única, infinita, eterna e composta de infinitos atributos [Deus] inicia-se com a consideração de pluralismo substancial, isto é, Spinoza aceita como hipótese provável a existência de duas ou mais substâncias, deste pluralismo, sua análise evolui até o monismo substancial, pela própria necessidade das premissas anteriormente postas pelo sistema spinozista. Deste monismo substancial, Spinoza envolve até o MONISMO ABSOLUTO, a existência de uma única substância na natureza (monismo), Spinoza conclui que ela é a única substância que existe, em outras palavras, a NATUREZA. O monismo absoluto, ou seja, a afirmação da unidade e da infinidade da NATUREZA faz com que Spinoza a identifique com DEUS [...], aquele ente eterno e infinito a que chamamos Deus ou Natureza [...],
Assim como Spinoza, tomo porres homéricos de Deus.

O EMBRIAGADO DE DEUS

Quando falamos do homem embriagado de Deus, estamos citando Spinoza, isso mesmo, pra ele, Deus é a própria Natureza, ou seja, Deus está em toda parte, ora, isso para os judeus foi a maior das blasfêmias, tanto assim que foi expulso violentamente da comunidade e ainda por cima sofreu um atentado, escapando por pouco da morte.
Baruc, como era também chamado só deixou publicar seus textos depois do deu passamento, certamente seria assassinado.
Benedictus, nome que adotou em latim, faleceu devido ao pó das lentes que polia no seu serviço do dia a dia, aos poucos seus pulmões foram sendo afetados e seus últimos dias foram de muito sofrimento.
Pois bem, um homem que tinha Deus por todos os lados foi condenado por homens que tinham um Deus distante, o Deus transcendente que perdura até hoje na maioria dos fieis das religiões do deserto, Judaísmo, Islamismo e Cristianismo.

CADEIRAS DA NOITE




















Antigamente era mais comum as pessoas à noitinha sentarem em frente às suas casas e assim ficarem conversando até na hora da chegada de Morfeu, isso acontecia muito nos lugares pequenos, a televisão estava começando e o rádio fazia companhia porque ficava ligado dentro de casa. Hoje o Luiz brigou com a Jacira, Como assim?, Ele desconfia dela com o Otávio, Que Otávio?, Aquele da padaria. Papos assim corriam o tempo todo, também não podemos esperar muito de mulheres que só sabiam dos afazeres de casa e homens que só conheciam o seu ofício. Naquela época, escola era coisa rara e, quando tinha, só ensinava a ler e a contar, a elite como até hoje sempre quis um povo ignorante, que não questiona nada.
Lá vem a procissão do Santíssimo!, Alguém exclamava, todos se levantavam com respeito para ver o cortejo passar, era a força da Igreja que ajudava mais ainda a ampliar o poço da ignorância  através de dogmas incontestável sob pena de ser excomungado.
Cadeiras da noite eram mais cadeiras da morte do pensar livre do homem.

A REVELAÇÃO DIVINA NÃO EXISTE






















O que está fora do círculo do conhecimento humano será jamais desvendado, no entanto, isso também é uma especulação, portanto fico apenas com o círculo do conhecimento, incluindo os mistérios que estão nele, aos poucos os homens os desvendará.
O que vem da especulação não temos como aceitar de bom grado porque a imaginação humana é muito fértil. Tudo sai da cabeça do homem, concluindo, A revelação Divina não existe, é uma farsa, digo isso porque cada uma fala uma coisa.

CRISTO APENAS CELEBRAVA A SUA AMIZADE COM OS SEUS APÓSTOLOS



Numa comunhão como a da Santa Ceia não significa que ali Cristo estava celebrando uma missa, acredito piamente que naquele momento, todos que estavam presentes celebravam uma cofraternização, um momento exemplar para todos os seres humanos seguirem, afinal, estamos neste planeta para nos ajudar como irmãos, é a velha sentença na prática, Amai-vos uns aos outros como eu vos amei! Nenhuma Igreja estava sendo fundada naquele momento, embora não tendo nada contra religião, acho por demais descabido transformar este momento em algo que não tem nada a ver, Cristo apenas celebrava a sua amizade com os seus apóstolos, nada mais do que isso.

domingo, 28 de outubro de 2012

NÃO PERDOAM NEM A MÃE COMO ESCUDO PROTETOR





Tenho com o Estado de Israel duas coisas comuns, tanto Israel quanto eu, nascemos no mesmo ano de 1948 e à base de fórceps. Na semana passada, estando na casa dos meus pais, em Recreio (MG), lendo o jornal Estado de Minas, fiquei realmente boquiaberto com os acontecimentos terríveis acontecidos na faixa de Gaza provocados pela invasão absurda de Israel naquela região costeira do Mediterrâneo. Até quando estes intrusos israelenses vão continuar infernizando os palestinos, verdadeiros donos da antiga Palestina que de norte a sul se estende do Líbano até o Egito.
Com a desculpa do sanguinolento Holocausto na II Guerra Mundial e, também, da Diáspora provocada pelos romanos, os judeus se colocaram no direito de cravar sua adaga num território alheio, ou seja, a Palestina, que não tem nenhuma culpa ao que aconteceu com o povo judeu. A bem da verdade, esta adaga judaica deveria ser cravada na Alemanha, aí estariam fazendo justiça fundando um estado judaico dentro da Alemanha, porque os alemães são os seus verdadeiros algozes,
mas não, preferiram atacar os palestinos que são mais fracos com a desculpa de que a terra de Abraão é lá no Oriente Médio, Mas o que me deixa mais triste é que o mundo todo aceita passivamente esta situação e países como os Estados Unidos e outros da União Europeia dão o maior apoio ao estado judaico e, como triste ironia do destino, a União Europeia ganhou o Prêmio Nobel este ano de 2012, uma vergonha, um absurdo, este prêmio pra mim não tem mais nenhum valor.
Voltando ao caso de Israel, devo ser justo dizendo que nem todos os países aderiram à carnificina de Israel, Hugo Chaves da Venezuela e Evo Morales da Bolívia cortaram suas relações diplomáticas com Israel, expulsando seus embaixadores do país, todavia, isso é muito pouco, o ideal seria a maioria dos países e o nosso querido Brasil continua sempre encima do muro, aceitando passivamente o que os estadunidenses e israelenses vêm fazendo com o pobre e indefeso povo palestino, alguma coisa precisa ser feita, não sabemos aonde isso pode parar. Neste caso, Bin Laden é café pequeno perto do terrorismo aprontado pelos algozes [Israel e Estados Unidos] dos palestinos. Homens como Bush e Olmert deveriam ser levados a julgamento como criminosos contra a humanidade. Evo Morales, por exemplo, vai apresentar uma acusação por genocídio contra o premiê israelense ao tribunal de Haia, mas isso nada adiantará por que este tribunal certamente está comprado pelos poderosos como os Estados Unidos e Cia, é perda de tempo, é fazer papel de bobo.
Pois bem, este papo de que a Hamas está usando cidadãos como escudo humano é pura balela, os soldados americanos e israelenses nunca respeitaram os cidadão, matam tudo que encontram pela frente, mesmo se o Hamas colocar como escudo as mães dos americanos e dos israelenses, de nada lhe adiantarão, serão mortas, também. Tanto os americanos quanto os israelenses [não digo todos] não são gente, só querem poder e mais poder em nome do seu belicoso Deus bíblico.

*Este texto atualizado foi escrito em 19 de janeiro de 2009.

Aníbal Werneck de Freitas.

BEBA COM MODERAÇÃO!

O humor é o melhor remédio pra qualquer doença, ele revigora o organismo, aumenta o poder de nossas defesas, revitaliza o nosso metabolismo, enfim, nos proporciona uma melhor qualidade de vida e, pode até, nos levar à cura.
Pois bem, sempre gostei de uma cerveja, todavia, quando vejo uma propaganda desta bebida na televisão, pelo fato de ser diabético, eu fico sempre contrariado duas vezes. Primeiro, pela hipocrisia da frase, BEBA COM MODERAÇÃO!, e, segundo, por não poder beber nem com moderação.

AFRO DITE SUAS ORDENS


Dentro da maioria esmagadora dos brasileiros  o lado africano dita as suas ordens que procedemos não perceber por motivos estritamente preconceituosos, geralmente nós nos gabamos de ser descendentes de portugueses, italianos, alemães, espanhóis, mas nunca de sermos oriundos dos africanos que vieram para cá como escravos, é um orgulho besta que herdamos  talvez da arrogância europeia que nuca dispensou uma negra na hora do coito, deste modo é preciso reconhecer nossa descendência afro que não tem nada de errado, pelo contrário, deveríamos ter orgulho de pertencermos a um povo que edificou um país chamado Brasil. Sendo assim, está na hora de acabar com este preconceito ridículo e abraçar de vez esta cultura que tem muito mais de verdadeiro e real no nosso cotidiano, porque na verdade somos mais afros que europeus, está na hora de acabar com esta mentira, nosso sangue corre na América africana e não na europeia, portanto, afro, dite suas ordens e nós as cumpriremos com rigor.

Anibal.

SOMOS O QUE SOMOS


Podemos mudar nossa rota?, sim!, mas como?, com muito estudo, procurando tatear cada passo que damos neste mundo, cada passo deve ser consciente, firme e decidido, deste modo, não podemos deixar nossos impulsos agirem impunemente, eles são sempre orientados pelos dados impressos no nosso DNA, tal como as pegadas que deixamos no barro ao andar sobre ele, portanto, devemos estar sempre atentos , correr sempre daquilo que nos parece fácil de fazer, só assim estaremos definindo o nosso caminho, só assim estaremos construindo a nossa felicidade. Agora, em meio a tudo isso, temos uma grande aliada, ou seja, a nossa consciência, temos que dar ouvidos a ela, mas com muito cuidado, porque ela também sofre influências do DNA, temos como exemplo, os pensamentos que nos vêm gratuitamente, principalmente os negativos, muito cuidado com eles é pouco, por isso mesmo, devemos estar sempre de prontidão como uma sentinela.

Anibal.

NÃO É FÁCIL VIVER

Até o nosso pensamento tem vida própria, parece que já está estabelecido em nós, quantas vezes eu já me peguei desejando mal aos meus algozes sem, sequer, ter pensado neles antes, é realmente algo difícil de controlar quando se trata do nosso pensamento, temos que estar sempre atento, do contrário faremos besteiras e, infelizmente, é o que acontece com quem não o [pensamento] controla, está aí a razão de muitas tragédias. Deste modo, vivemos uma prova de fogo, tudo está realmente determinado dentro de nós, cabe a gente saber administrar tudo isso, desde a primeira célula até a última, tudo está praticamente esquematizado. O sonho, por exemplo, é uma explosão de pensamentos sem o nosso menor controle porque não estamos neste momento [do sonho] na vigília, na verdade, é um momento perigoso até para a nossa saúde física e mental, portanto, estamos praticamente perdidos no nosso próprio corpo, donde concluo que a vida não é fácil, muitos não passam na sua prova.

Anibal Werneck de Freitas.

AS TRÊS PERGUNTAS

De onde viemos, o que estamos fazendo aqui e para onde vamos, são as três questões que ainda não foram respondidas, é uma prova contundente de que tudo já está programado, de que estamos aqui para cumprir uma programação, nosso lado psicossomático-anímico espiritual já está praticamente, mapeado, rotulado e direcionado a cumprir um objetivo previamente armado para não sofrer mudança, uma vez que, é possível ocorrer, onde temos uma mínima chance de contrariar o predito, causando assim uma ruptura no processo, prejudicando assim, nossa existência. Grosso modo, quando alteramos, por conta própria, o nosso norte natural, causamos um desequilíbrio tamanho que pode nos levar a distúrbios físicos e espirituais, isto porque já existe uma ordem traçada para ambos, agora, quem traça esta ordem, eu não tenho a menor ideia, apenas sinto que ela existe, não me pergunte como, pra que e porque, não saberei responder, talvez, o certo seja deixar o barco seguir seu rumo sozinho, quem sabe, neste mar imenso da vida, a resposta esteja lá na frente, nossa função parece ser apenas a de navegar, como diriam os navegantes portugueses, Navegar é preciso, viver não. A vontade de viver ou de ser livre, quiçá, o nosso grande pecado, é como lutar contra a correnteza, tarefa própria dos deuses, não a dos homens, uma lição que já devíamos ter aprendido, mas insistimos em não atendê-la, por isso estamos sempre pagando muito caro, inventando deuses e deusas à nossa semelhança, querendo na verdade ser o deus ou a deusa de nós mesmos, passando por cima da harmonia impregnada em todo o Universo, onde somos as notas musicais dela, nos seus devidos compassos. Deste modo, acredito ser mais sensato deixarmos as velas ao sabor do vento pré-direcionado, porque de nada nos adiantará, como nunca adiantou, querer mudar o imutável, sem primeiro responder as três perguntas.

Anibal.

DEUS ONISCIENTE

os crentes acreditam num deus que, além de onipresente, é onisciente, ou seja, sabe o que vai acontecer, portanto, até a religião mostra o determinismo de tudo, como dizem os religiosos, já está escrito, o mundo é como um cinema, onde tudo já está filmado, praticamente. na própria bíblia, tem o caso do judas que traiu jesus, se tudo aquilo tinha que ser cumprido e ele foi usado como um instrumento, posso dizer que não teve tanta culpa assim, tanto assim que hoje a igreja proíbe a sua malhação. pois bem, seguindo este raciocínio, chego à conclusão de que ninguém tem culpa, porque na verdade somos meros instrumentos, todavia, aí tem um porém, devido à possibilidade que existe de mudarmos o rumo das coisas, confesso que aí temos uma certa culpa. apesar da vontade ser toda cerceada por fatores hereditários, há sempre uma brecha e, através dela, podemos assim alterar a realidade, no entanto, infelizmente, só uma minoria consegue. aquilo que chamamos de consciência ou a voz de deus, conforme os religiosos, não passa de dispositivo para cercar nossa vontade, agora, se somos seres inteligentes, significa que temos uma via livre para agir e acredito que é por aí que nos devemos ater-se.

anibal werneck de freitas.

SOMOS QUASE ROBÔS

somos na verdade corpo e mente, nada além disso, somos matéria.  o pensamento, por exemplo, é matéria, do contrário, o cérebro não o reconheceria, ou melhor, não se conectava a ele.  pois bem, se o pensamento manifesta através do cérebro e, este cérebro, por sua vez, está ligado ao corpo, consequentemente, ele sofrerá influência direta da hereditariedade, que ditará suas ordens, tirando assim a nossa autonomia, seremos portanto quase robôs de carne e osso, sofremos assim a ditadura da ancestralidade, nossos atos não serão na maioria voluntários, seremos, praticamente,  réplicas dos nossos avós.
sendo assim, você então me questionará, se a coisa funciona deste jeito, nós ainda estaríamos na idade da pedra e no entanto evoluímos.  é verdade, mas acontece que a evolução é um dispositivo impregnado no dna do homem desde quando ele tomou consciência existencial, tanto assim que, a partir daí ele começou a usar suas mãos para fabricar objetos úteis à sua sobrevivência, daí pra frente, não parou mais.  deste modo, tudo aquilo que o homem inventa já está predeterminado pra ser inventado, digamos então, que o homem descobre, não inventa.  um compositor quando faz uma música, ele apenas age como instrumento para realizar a obra, porque esta já estava pronta. na verdade, a natureza nos criou para sermos instrumentos dela na confecção de coisas que ela não tem como realizar por si mesma, tanto assim que lhe pergunto, você já viu uma árvore dando automóveis. isto nos leva a crer que até a natureza tem os seus limites, e assim ela nos usa como instrumentos.
raciocinando desta maneira, chegamos à conclusão de que não temos nenhum mérito, pois tudo já está traçado, somos praticamente marionetes, assim, tudo se torna sem graça.  realmente, à primeira vista parece ser isso mesmo, no entanto, se formos levar em conta o existir, ter consciência de ser, coisa que muitos não conseguem, podemos dizer que somos privilegiados, isto sem levar em conta o fato de estarmos contribuindo para com a evolução do universo, o que é tudo pra mim.  se pensássemos desta forma seríamos mais felizes, o que atrapalha tudo isso é o individualismo que num determinado momento surgiu no nosso antepassado, nessa hora, acredito que nem tudo está sob controle, o que justifica a ideia de que somos quase robôs.

anibal werneck de freitas.

A VONTADE

segundo schopenhauer, a vontade faz da nossa vida, um pêndulo, através do sofrimento de desejar alguma coisa, deste modo, pode oscilar para a frustração de não realizar este desejo, ou então, para o tédio de ter conseguido e a partir disso querer outra coisa e assim vai. acontece que, tudo isso é apenas a realização do que já está programado e, neste caso, tanto o sucesso quanto o fracasso, ambos dependem dos dispositivos deste programa que darão a condição ou não de atingir o objetivo.  a vontade parece ser algo nosso, mas na verdade, não é tanto assim, ela também sofre imposição de uma série de valores impregnados no nosso dna, onde está toda memória da nossa ancestralidade, mostrando-nos claramente que a nossa vontade não é tão livre assim.  somos seres programados até para morrer, já existe um estudo científico sobre este assunto, portanto somos programados, também, para nascer e viver, sem ser dono absoluto da vontade, grosso modo, somos seres quase involuntários.

anibal werneck de freitas.

DNA [determinismo, natureza autômata]

é um assunto polêmico, todavia, quanto mais eu leio, mais eu chego à conclusão de que não somos seres tão livres assim, incluo aqui, também, a própria natureza.  tudo já está de certa forma predeterminado, a existência de qualquer coisa tem por detrás uma preparação determinista, a espontaneidade, praticamente, parece não existir de fato, ou seja, tudo na vida já está traçado para acontecer, é claro que devemos levar em conta, a possibilidade de mudanças, para isso devemos estudar, aprimorando assim mais o nosso conhecimento sobre a natureza e, isso é na verdade a única razão de existirmos.

anibal werneck de freitas.

BUDA E OS CINCO SENTIDOS

é preciso vigiar os nossos 5 sentidos, devemos estar sempre alertas, buscando fazer as coisas sem excesso, ser comedido é a melhor medida. devemos observar que quando começamos a fazer uma coisa em demasia, por mais simples que seja, é sinal de vício, o nosso cérebro vicia facilmente, este é o grande perigo.
o mundo existe para ser tocado, devemos assumi-lo, o que é o certo, todavia, não esquecer do lado intocável fisicamente, ou seja, o lado espiritual como, bondade, amor, compreensão, tolerância, etc...
os 5 sentidos são muito importantes para o nosso caminho até a iluminação.



o
mundo 
existe 
para 
ser 
tocado.



anibal werneck de freitas. 

BUDA FALOU

evitar o mal, procurar o bem, conservar a mente pura, a tolerância é a mais difícil das disciplinas, mas a vitória final é para aquele que tudo tolera, remover o rancor, afastar a tristeza, viver uma vida pura e altruística, tudo é somente para o uso, não ter aversão às coisas que não gostamos, não se apegar muito às coisas que gostamos, os maus atos poluem até as vidas seguintes, a mácula e a ignorância são as piores, nada neste mundo é estável, mas a mente iluminada é imperturbável, controlá-la é tudo. a disciplina aumenta a força de um guerreiro e a tranquila meditação denota aquele que busca a iluminação. o mais importante é admitirmos os nossos erros, pois é mais fácil apontarmos os dos outros.

a
meditação 
distingue
aquele 
que 
busca 
a iluminação.





anibal werneck de freitas.






ENTENDENDO BUDA

entendendo buda é um blog onde vou transmitir os ensinamentos budistas através de uma tradução mais condizente com a sua doutrina. existem muitas traduções do budismo espalhadas pelo mundo e a maioria delas é à luz da religião de quem as escreveu. tem umas que chegam  a citar a palavra deus. ora, está errado, não existe deus no budismo. o budismo é uma religião e não somente uma filosofia de vida como muitos dizem. não existe troca no budismo, nele o bem é trabalhado porque é o certo e não para ganhar um céu ou coisa parecida, o nirvana não é um céu e sim, o fim da existência. por outro lado, praticar o budismo é muito fácil, se você quiser fazer um altar, por exemplo, em casa, é só pegar uma imagem do buda, incenso e um livro onde estão os seus ensinamentos, pronto, você passa a ter o necessário para cumprir o seu dever religioso, sozinho ou sozinha, estará praticando o budismo sem esquecer de por em prática os seus preceitos. por ser uma religião, não significa que o budismo seja intolerante com as demais, pelo contrário, ele as aceita, tanto assim que os chineses professam várias religiões ao mesmo tempo e nas questões relacionadas à morte, procuram pelo budismo. concluindo, o budismo tem como maior preocupação, tornar a vida mais simples, sem o stress que ceifa a vida de muita gente, principalmente no ocidente. é isso aí.


no 
budismo
não 
existe 
troca 
de 
interesses.




anibal werneck de freitas.

sábado, 27 de outubro de 2012

ESCADA ABAIXO





Segundo Schopenhauer, a contemplação nos tira do mundo da vontade. Para Schopenhauer, tudo aquilo que existe não é arte. Aqui entra outro elemento oriental, ou seja, o Budismo.
Para Nietzsche, isto é uma contribuição para o niilismo, ou seja, o tédio, torna-se uma fuga da vida, ainda Nietzsche, Nós temos que viver o mundo e não tentar descobrir o que rege o mundo,
o esteta é o homem bom do Schopenhauer.
No mundo atual não existe interação do homem com o objeto, aqui entra de novo o Budismo, estamos insensíveis, estamos na apatia. Segundo Schopenhauer, o Cosmos está sendo regido caoticamente, a compaixão pra ele está ligada à estética, à moral e a evolução filosófica nos faz distanciar do mundo.

*É bom lembrar que Schopenhauer, certa vez, jogou uma mulher escada abaixo porque ela o importunava. Devido às sequelas causadas pela violência, Schopenhauer a indenizou e no dia em que ela morreu, ele, simplesmente comemorou o triste fato, pois estava livre da dívida para com a infeliz.

UM SALLIÈRE NUNCA CHEGARÁ À MOZART




Temos tudo e não sabemos, sendo assim estamos sempre procurando por alguma coisa, perda de tempo e o que precisamos está do nosso lado, mas não, estamos sempre querendo alcançar o que não está ao alcance, deste modo, resultado, ficamos tristes e entramos em depressão, infelizmente, é isso que acontece com a gente, não estamos satisfeitos com nada, se chego ao número 1, quero logo o número 2 e assim por diante, acontece que esquecemos da nossa limitação e aí quando não conseguimos chegar a um número que o outro chegou ficamos frustrados e aí saímos gritando como Sallière , que nunca conseguiu ser um Mozart na vida, Viva a mediocridade!, viva a mediocridade!!!!
Terminando, devemos aceitar nossa limitação e proferir sempre as palavras mágicas, Tenho tudo!

O ATEU E A RELIGIÃO



posso assistir a um culto religioso mesmo sendo ateu, afinal, minha presença vai ser de confraternização mesmo não acreditando em nada que está sendo proferido pelo ministro eclesiástico, não tem nada a ver, sou um ser humano que está apenas compartilhando o momento, vamos supor no caso, da missa que está sendo celebrada, posso até saber e cantar todas as músicas, não estarei sendo incoerente para comigo, se alguém virar pra mim e disser, você não é bem vindo aqui, logo lhe responderei que está transgredindo as palavras do homem da montanha que, sem distinção de credo ou de qualquer outra coisa, deixou bem claro, todos são bem vindos à casa do pai.

anibal werneck de freitas.

VIVEMOS SEM NENHUM PREPÓSITO





 












Pessoas inteligentes são poucas, nesta hora eu vejo que a natureza não é nenhum Deus, porque ela permite que um Maluf exista, permite coisas terríveis e não nos dá a menor satisfação, donde concluo cada vez mais o meu ateísmo. Meu amigo ou minha amiga, estamos perdidos em pleno século XXI, onde as pessoas acreditam que este mundo tem um propósito, a cada dia que passa creio mais no fato de que existimos por acaso e a lei é sempre a do mais forte.
É de suma importância uma reflexão sobre este assunto.

Anibal.

DAR UM STOP É SIMPLESMENTE VITAL






















Eu vejo a solidão como algo positivo, um momento em que você está consigo mesmo, porque na verdade, quem não para pra pensar acaba fazendo muita coisa fútil deixando de lado a mais importante, portanto, devemos sempre arranjar uma hora do nosso dia a dia para refletir sobre a nossa vida, principalmente nas coisas que não estão dando certo, de repente você está malhando em ferro frio e não percebe ou então está buscando o seu objetivo pelo caminho mais difícil, enfim, parar, mesmo que seja por parar, já é muita coisa, digo isso porque assim você está dando um tempo pro seu coração respirar melhor combatendo assim o famigerado estresse que é considerado a doença maior do século, porque as outras são oriundas dele como, infarto, diabetes, pressão alta, etc...
Deste modo, dar um stop é simplesmente vital.

Anibal Werneck de Freitas.

EU SOU DONO DO MEU DESTINO

















A solidão é um momento reparador do nosso dia a dia, ela é necessária porque nos faz pensar, refletir sobre o que estamos fazendo de bom e de ruim, quem não tem tempo pra ela vive muito mal, pode até levar a atitudes extremas como o suicídio por exemplo, portanto, minha cara ou meu caro, quando a solidão bater na sua porta, abra-a sem medo porque ela está querendo lhe dizer muita coisa, ser solitário não significa necessariamente ser triste, significa sim, o domínio de si mesmo, alguém pode lhe indagar, A solidão não seria que algo vai mal dentro de você? Claro que não, Você pode responder desta maneira, Se tem algo de errado em mim, devo aproveitá-la então para achar uma resposta pro problema. A solidão nos leva a encarar o nosso próprio Eu, só assim resolveremos as questões da vida, este negócio de deixar a vida me levar não é nada bom, que tem que levar a vida sou eu e pra onde eu quero, eu sou dono do meu destino.

SOMOS LIVRES PARA FAZERMOS NOSSOS DESEJOS





O homem está condenado à liberdade, segundo Jean-Paul Sartre, filósofo existencialista. A liberdade de Sartre é dentro da nossa vida, ou seja, da nossa existência. O espiritismo, por exemplo, é neste caso, a metafísica de gente que ignora a verdade, pois vivem fora da realidade do NADA.
O andarilho e sua sombra é o homem se projetando no mundo. Quando você projeta uma coisa no mundo (jurisprudência), mas se não for coisa boa pra todo mundo, esta coisa se voltará contra você. Estamos sozinhos porque só nós podemos projetar a nossa sombra, donde concluímos que o destino não tem como existir.
Conforme Thedoro Adorno, aluno da Escola de Frankfurt, O futuro está em nossas mãos, somos livres para fazermos nossos desejos.

FILOSOFIA DO NADA

A minha filosofia é a do nada, quero dizer, nada a acrescentar, apenas vivo a vida sem nenhuma ideologia, o importante é curti-la, respeitar o próximo e nada mais do que isso, a vida saudável é um presente e é por isso que devemos aproveitá-la ao máximo, quem a respeita não precisa de nenhum mandamento e muito menos de ameaças para ter um bom comportamento, por isso sou adepto da não ideologia, de que adianta uma cabeça cheia de ideias se o meu estômago está vazio, portanto repito, a vida é a luta pela sobrevivência. 
Sartre fala do nada em outro sentido, o do não existir, somos apenas representações e por detrás dela não tem nada, nem alma e muito menos espírito, morreu acabou, foi-se para o nada, como diz a poeta Cecília, Sei que um dia estarei mudo e mais nada.

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

21% DA POPULAÇÃO MUNDIAL É ATEIA


















O ateu nega a existência de deus ou de deuses, a letra ‘a’ significa negação e ‘teo’, deus em grego, deste modo saiu a palavra ateu, não é nenhum bicho de 7 cabeças ser ateu, somos livres para pensar, assim como existem os que acreditam, existem os que não acreditam, é a liberdade que nós temos de pensar assim como os outros têm a de acreditar na existência de um ser divino, temos que aprender a lidar com esta diversidade, o mundo é assim e sempre será.
Segundo as estatísticas, o número de crentes caiu 9%, principalmente na Irlanda por causa dos padres pedófilos, enquanto que o dos ateus subiu 3%, o que fazer, os tempos mudaram, o homem ou a mulher, hoje, estão se conscientizando mais, a internet tem contribuído muito com a facilidade que ela proporciona descobrir novas fontes do saber humano.
O agnosticismo é um ateísmo passivo, mas não deixa de ser ateu em relação ao deus-cristão.
Pelo fato de ser ateu não me torna pior, pelo contrário, melhor, porque faço a bondade sem pensar numa recompensa como os religiosos fazem pra poder ganhar o céu. O ateu não quer nada em troca, até porque ele não acredita em nada depois da morte.
Portanto se formos incluir os ateus passivos na questão, a estatística nos mostra que hoje, estamos num patamar de 21% da população mundial e a tendência é este número aumentar.

O CRENTE E O DESCRENTE ESTÃO NO MESMO PATAMAR. anibal werneck de freitas.